arrow Voltar
Transformação digital na educação: como a Yduqs está inovando em produtos digitais e serviços

Transformação digital na educação: como a Yduqs está inovando em produtos digitais e serviços

A transformação digital já havia ganhado espaço no mundo da educação desde a chegada do ensino à distância. O que o setor não contava era com um cenário econômico e social acelerando esse processo de um uma maneira radical, como aconteceu na pandemia de Covid-19.  Fazer essa transição certamente não está sendo fácil diante dos […]

4 de outubro de 2021 6 min de leitura
time

Artigo atualizado 4 de outubro de 2021

A transformação digital já havia ganhado espaço no mundo da educação desde a chegada do ensino à distância. O que o setor não contava era com um cenário econômico e social acelerando esse processo de um uma maneira radical, como aconteceu na pandemia de Covid-19. 

Fazer essa transição certamente não está sendo fácil diante dos cenários de desigualdade da sociedade brasileira. Porém, já podemos vislumbrar muitos benefícios chegando com as transformações, como possibilidades incríveis para a democratização do acesso à educação e para a inclusão de pessoas historicamente excluídas do sistema educacional. 

Prova disso é nosso case de hoje: a Yduqs, holding de capital aberto com foco em educação, dona de instituições de ensino como as faculdades Estácio de Sá e Ibmec. A empresa, um dos maiores grupos educacionais do país, já vinha apostando na transformação digital desde antes da pandemia, mas acelerou as mudanças implementadas no período.

“A transformação digital já existe na Yduqs há algum tempo, mas com o novo cenário do país e com o crescimento das unidades, vimos que estava na hora de dar um olhar mais estratégico para isso”, conta Bruna Bueno, Diretora de Transformação Digital da companhia.

Veja a seguir como a empresa soube se inserir no cenário de transformação digital da educação com sucesso, impactando milhares de estudantes em todo o país. 

Quem é a Yduqs?

A Yduqs é um grupo de tecnologia e educação que possui mais de um milhão de alunos no Brasil. Com uma estratégia para atender estudantes de todas as classes sociais, ao longo das diversas fases da vida adulta, a empresa se estrutura a partir de três grandes unidades de negócios:

Ensino digital

Além de graduação, pós-graduação, cursos preparatórios e soluções corporativas, abriga um hub interno de edtechs, como a EnsineMe e o QConcursos, que desenvolvem, aprimoram e entregam a todas as instituições do grupo metodologias, conteúdos e soluções tecnológicas.

Ensino presencial

Tem na experiência do campus, no contato com o professor e com os alunos, sua principal entrega de valor e reúne a maior operação de graduação do país na modalidade. As instituições dessa vertical fazem parte das divisões Estácio e Wyden, que cobrem perfis amplos de alunos, oferecem portfólio em todas as áreas do conhecimento, e em todas as regiões do país.

Operações Premium

Funcionam como grandes laboratórios de inovação acadêmica por sua ênfase em uso de tecnologias para o ensino, pela internacionalização e o alto padrão do corpo docente. A vertical atua também como uma desenvolvedora interna, para todo o grupo, no que diz respeito à qualidade e serviços.

O ecossistema digital da Yduqs 

Desde 2018, a Yduqs faz investimentos recorrentes em transformação digital e em tecnologias habilitadoras – que chegam a quase 50% do total investido pela companhia. 

Isso possibilitou a criação de um sistema completo de pesquisa, desenvolvimento e produção de ensino digital, que já atende a todas as instituições do grupo, de acordo com as necessidades de cada perfil de aluno, e em todas as modalidades. Conheça as principais diretrizes deste ecossistema. 

Qualidade acadêmica

A produção de conteúdos acadêmicos digitais é realizada, para todo o grupo, pela EnsineMe, uma edtech que integra a vertical de negócios digital e conta com professores, curadores e pesquisadores de algumas das instituições mais renomadas do país, como o Ibmec, a UFRJ, o IME e o ITA. Além do conteúdo, que é altamente modularizado e, portanto, flexível para a montagem de novos produtos, a EnsineMe também abriga times de especialistas em design instrucional, usabilidade, multimídia e desenvolvimento de plataformas. Tudo – métodos, conteúdo e plataformas – é pensado para ser usado em qualquer instituição, em qualquer modalidade e a partir de qualquer ponto de acesso do aluno, seja em sala de aula, seja em trânsito, a partir de seu smartphone.

Personalização em massa 

A EnsineMe e o QConcursos aplicam tecnologias de inteligência artificial para personalizar a entrega de conteúdos, questões e avaliações e oferecer aos professores e gestores educacionais feedback relevante sobre a evolução acadêmica e de aprendizado de suas turmas. 

Hibridismo 

A concepção do ecossistema digital da Yduqs permite que o hibridismo seja trabalhado como uma relação que se molda às realidades educacional e econômica de cada aluno, entre ensino digital e a presencialidade. Essa flexibilidade cria um portfólio praticamente sem barreiras de acesso, com preços que atendem a todos os bolsos.

Plataformas integradas

Desde 2019, está em curso um processo de consolidação de toda a vida acadêmica digital dos alunos – de qualquer instituição ou modalidade – em uma plataforma proprietária e integradora. Por meio de uma metodologia chamada design systems, o comportamento da plataforma se adequa a qualquer modalidade de uso – desktop, web mobile, apps, etc. –, o que garante ampla escalabilidade e alta produtividade. 

Entrevista com Bruna Bueno, Diretora de Transformação Digital da Yduqs

Confira mais detalhes da estratégia e visão da Yduqs para a transformação digital na educação em entrevista com sua Diretora de Transformação Digital. 

Desde que a marca Yduqs foi criada, a holding passou (e está passando) por um processo de crescimento exponencial. Como gerenciar esse crescimento em meio às necessidades de transformação digital do grupo?

A transformação digital já existe na Yduqs há algum tempo. O crescimento da holding tem sido inclusive uns dos fatores que nos fez aumentar os investimentos nesta estratégia, pois as novas tecnologias facilitam o processo de integração.

Quando a pandemia chegou, tivemos que colocar 300 mil alunos do ensino presencial para estudar online pelo Teams do dia para a noite. Isso, combinado ao nosso ensino digital, que já estava muito à frente, se tornou um motor de transformação, trazendo ainda mais tecnologia ao nosso core business.

Com essa mudança, aliado aocrescimento das nossas instituições, vimos que precisávamos de um grupo dedicado a pensar a transformação digital, criando metodologias, desenvolvendo times e implementando novas maneiras de trabalhar que permitissem escalar com qualidade.

Como foi o processo de transformação digital da Yduqs? Quais frentes tiveram prioridade e como elas foram desenvolvidas?

A primeira coisa que fizemos foi resolver o básico, como ter um boleto para o aluno baixar e pagar de maneira automática. Trouxemos o processo de atendimento para um modelo online, pensando em uma otimização, redução de tempo, melhora da experiência, NPS etc. 

Depois, levamos a transformação digital para o nosso core business, que é o ensino e a aprendizagem. Criamos a nova Sala de Aula Virtual, na qual entregamos conteúdo digital, didático, e outros elementos de aprendizagem para os alunos do presencial acompanharem suas aulas e para os alunos do digital. Nós a adaptamos para que ela acompanhasse a jornada do aluno de ponta a ponta e entregasse tudo que está relacionado ao ensino e aprendizagem em um único lugar. E essa foi a primeira grande entrega que nós fizemos ainda no ano passado. 

Evoluímos muito com a EnsinaMe, nossa edtech que nasceu para criar e entregar um conteúdo de altíssima qualidade aos nossos alunos. Combinamos esse conteúdo excelente com outros elementos, como vídeos, podcasts, telas interativas e digitais e o empacotamos em temas que são entregues na Sala de Aula Virtual. 

Temos também iniciativas que estão monitorando a evolução dos alunos e trabalhando em novas maneiras de fazer provas, simulados, avaliações para garantir a aprendizagem. 

Somado a tudo isso, temos o app do aluno, que traz tudo o que ele precisa na palma da sua mão e está disponível a qualquer hora e lugar. 

Quais as principais dores em termos de transformação digital da Yduqs no momento?

O principal desafio que temos não é o digital, é a gestão de mudanças. É garantir que os alunos e professores estejam aderindo à mudança e às novas ferramentas. O engajamento e a comunicação da ponta é um grande desafio.Isso vale para todos os nossos usuários: alunos, professores, polos, todos aqueles que estão recebendo coisas novas a todo momento. Nosso objetivo é fazer esses lançamentos de uma maneira que fique simples, intuitiva e que ele entenda o que está acontecendo e como isso traz benefícios para a jornada dele até aqui.

Como a inovação aberta tem ajudado a Yduqs em seu processo de transformação digital?

Começamos desenvolvendo parcerias com startups, por meio da contratação de serviços. Várias delas estão ajudando nos mais diferentes processos como, por exemplo, RH, atendimento, engajamento de alunos. 

Quando criamos squads e começamos a desenvolver produtos de transformação digital, o segundo movimento foi começar a tomar decisões de make or buy, que envolve pensar: ou eu vou criar uma coisa aqui dentro, ou me relacionar com alguém que está fazendo isso muito bem. E, então, o movimento saiu de contratar uma startup como fornecedor de serviço para contratar para desenvolver soluções em conjunto. 

Recentemente, evoluímos para a nossa primeira aquisição. Vimos que esse mundo da educação está crescendo muito, que existem edtechs fazendo coisas muito legais e não vale a pena começar a desenvolver do zero ou até mesmo em conjunto. Então, adquirimos a QConcursos há alguns meses, que tem um produto complementar a nossa oferta.

Agora, a parceria com o Distrito nos faz buscar de maneira mais ativa oportunidades com startups, seja para contratar, investir ou ou fazer novas parcerias, dependendo do tema e maturidade da empresa.

Mais lidos

Compartilhar
Editoriais
  • Aceleração
  • Cases
  • Corporações
  • Cultura de inovação
  • CVC
  • D4S
  • Ecossistema e conexão
  • Estratégias
  • Eventos
  • Ferramentas e processos
  • Governança
  • Hubs
  • M&A
  • Partnership
  • Programas
  • Squads
  • Startups
  • Techboard
  • Tecnologia
  • Tendências
  • Transformação Digital

Posts recomendados

Acesse o blog arrow