Como a gente comentou, o SXSW 2019 é um dos maiores eventos de inovação do mundo. E os primeiros dias da conferência, que reúne um pouco de tudo, desde feiras de criatividade, inovação, inteligência artificial e interatividade, trouxe muito conhecimento e aprendizados.

Só mesmo o SXSW para envolver uma cidade inteira, como Austin, de uma forma contagiante com o melhor dos propósitos: abrir a cabeça das pessoas. Além disso, mostrar algo diferente e novo para todos os participantes.

Vamos agora saber um pouco do que está rolando por lá e quais os aprendizados.

“Precisamos encorajar as pessoas a denunciar. Ninguém precisa ser um ativista para mudar o mundo. Eu não sou, esse não é meu trabalho” - Susan Fowler que começou o movimento #metoo após denunciar assédio que sofreu.

No que seria o título em preto da img colocar: Insight 

Em sua sessão, Roger McNamee, ex-mentor de Zuckerberg, criticou o uso de dados dos usuários sem permissão. Ele sugere que o Facebook mude seu modelo de negócio e afirma que a empresa lucraria ainda mais.

Já ouviu falar do Impossible Burguer?  É um tipo de comida que usa a tecnologia para replicar as características da carne, porém sem ter nenhum componente animal em sua composição. O intuito é ter gosto de carne e agradar até as pessoas que não são vegetarianas. No SXSW 2019 esse tipo de comida foi destaque.

1º dia

O futuro do streaming

O Quibi é o que dizem ser a “Netflix para os micro momentos”. Meg Whitman e Jeffrey Katzenberger se juntaram para montar a plataforma. Os dois levantaram US$1bilhão para produzir séries com episódios de 5 a 8 minutos! Você assistiria a cada Uber um episódio do seu seriado preferido? O que acontece é que passamos o dia no celular, mas só 10% dos filmes e seriados são vistos no aparelho. O objetivo é adaptar o tipo de conteúdo aos aparelhos que são usados constantemente.

Renda básica universal

O empresário norte-americano e candidato presidencial democrata em 2020, Andrew Yang tem como uma das suas principais propostas implementar a renda básica universal de US$1k para cada americano.

Yang disse em sua sessão que 44% dos trabalhos dos Estados Unidos ou são cognitivamente ou manualmente repetitivos e com o crescimento da inteligência artificial grande parte dos empregos vão sumir.

A proposta poderia resolver os problemas que o desenvolvimento da automação está causando no país. Inclusive, quando questionado se queria implantar o socialismo no país, Yang respondeu: “isto é capitalismo onde a renda não começa do zero”.

Jogue fora sua grande história

Roni faz uma reflexão a partir de uma situação inusitada, que o fez relembrar de um importante momento da sua trajetória profissional: colocar no lixo sua primeira grande história e se libertar para construir sua próxima, no caso, a Organica.

Para ele, a ideia de que podemos construir apenas uma grande história na vida faz parte do mundo linear da velha economia, onde cada profissional só tinha um caminho a trilhar.

Quer ser investidor de startups inovadoras? Veja como.


2º Dia

Tech Trends Report

Amy Webb é uma das pessoas mais respeitada no mundo da futurologia. De acordo com ela, terá um momento que sua casa vai saber um pouco de tudo. Esse futuro, mencionado por ela, já é realidade nas casas da Amazon (sim,é verdade, a Amazon está fazendo casas).

Esteja atento às Tech Trends que têm a ver com o seu negócio ou que de certa forma podem impactar você.

Recentemente, a Amazon comprou o Whole Foods, uma grande rede de distribuição. Portanto, a Amazon tem capacidade de produzir comida nos grandes centros urbanos, o que pode abalar toda a estrutura de distribuição e acabar com as “farms”.

Atualmente, China e Japão estão investindo em produções indoor, que podem ser realizadas em galpões.

Essas inovações podem proporcionar uma produção com o dobro de volume, 40% menor de energia e 99% menos água.

Confira o relatório da Amy Webb.

Organica e Distrito na Casa Brasil

No palco da Casa Brasil, Priscilla Erthal, sócia da Organica; Felipe Spina, head de Growth do Distrito; Stella Brand, Diretora de Marketing da 99 App e André Ferraz; CEO da  In Loco, participaram de um painel para discutir o ecossistema da inovação brasileira. Eles enxergam que o Brasil está amadurecendo e tem um grande potencial na busca por inovação. O SXSW está sendo um palco excepcional para mostrarmos o talento e a oportunidade que o Brasil oferece. Além disso, o país bateu recorde de números de inscritos no SXSW 2019 e é a maior delegação estrangeira no evento!

50 anos da chegada à lua

Em 2019 celebramos o 50º aniversário do primeiro pouso da Apollo 11 na lua. A sessão Apollo 50 discutiu como a conquista inspirou o mundo, e trouxe o astronauta Charlie Duke, e o ex-diretor de voo da Apollo, Gerry Griffin. O tema principal girou em torno do que será do futuro no espaço, com a diretora adjunta da NASA, do Centro Espacial Johnson, Vanessa Wyche. A viagem à lua é sem dúvida um dos maiores eventos registrados na história da humanidade.

O homem por trás da Starbucks

Howard Schultz cresceu no Brooklyn e foi o primeiro da família a ir para a faculdade. Quando se juntou  ao Starbucks, em meados dos anos 80, não propôs a criação de uma marca global. O empresário buscou desenvolver uma empresa que se preocupasse tanto com os lucros quanto com as pessoas. Na sessão, ele compartilhou algumas das lições importantes que aprendeu na sua trajetória ao longo desses anos.

3ª dia

Movimento #metoo

O movimento #Metoo como quando Susan Fowler, engenheira do Uber, que denunciou o assédio que sofreu na empresa e foi aconselhada por muitos a não falar falar sobre o assunto. Caso contrário, ela nunca seria contratada no Vale do Silício

“Precisamos encorajar as pessoas a denunciar. Ninguém precisa ser um ativista para mudar o mundo. Eu não sou, esse não é meu trabalho”,comenta Fowler.

Crítica ao Facebook

Em sua sessão, Roger McNamee, ex-mentor de Zuckerberg, criticou o uso de dados dos usuários sem permissão. O executivo sugere que o Facebook mude seu modelo de negócio e afirma que lucrariam ainda mais.

4º dia

Grandes avanços tecnológicos são tema das sessões do SXSW 2019. Como, por exemplo, inteligência artificial, blockchain, edição genética, computação quântica, entre outros.

Porém, entre tantos avanços, qual seria o grande desafio da humanidade? Aparentemente, pelo que podemos perceber durante todo o evento, o maior desafio não é desenvolver novas tecnologias e, sim, saber se adaptar a elas. Portanto, os seres humanos são o grande desafio atual.

Insights de Gabriel Weinberg

Trocamos uma palavrinha rápida com Gabriel Weinberg, autor de Traction: How Any Startup Can Achieve Explosive Customer Growth.
A obra é um dos maiores livros sobre crescimento de startups dos últimos anos. Segundo Weingberg, existem 19 canais diferentes para  ganhar tração.

O próximo desafio da humanidade

Luciane Aquino, sócia da Organica e especialista em tendências, publicou um artigo no B9. O texto fala sobre o novo o grande desafio da humanidade de se adaptar às novas tecnologias. Luciane conta que as duas primeiras estrelas do SXSW, Esther Perel e Brené Brown, dominaram o palco principal. As duas falaram sobre as emoções humanas.

A Organica é parceira do Distrito e levou 50 pessoas para o SXSW 2019. A empresa foi responsável por organizar todo o planejamento e curadoria do que é interessante acompanhar no evento.

Mercado do bem-estar

Gwyneth Paltrow falou sobre como lidar com as responsabilidades da carreira artística e de estar com a família. Ela também relatou sobre a experiência de criar o Goop. A marca vende produtos ligados a bem-estar e estilo de vida.

Gwyneth também falou sobre o novo projeto da Goop com a Netflix, uma série sobre bem-estar. Além disso, ela comentou também do desejo em investir em produtos ligados à maconha.

Novos caminhos do Instagram

Kevin Systrom e o brasileiro Mike Krieger, fundadores do Instagram, foram responsáveis por lotarem o local onde se apresentaram. Os dois saíram da empresa. Atualmente estão em um período sabático por não concordarem com os rumos que a rede social tomou. O Instagram foi comprado, em 2012, pelo Facebook.

“Você não conhece a alma do seu negócio até fazer mudanças e ver o que as pessoas gostam”, Mike Krieger.



SXSW Experience: além das palestras