arrow Voltar

Do Zero ao Trilhão: Conheça a história do Bitcoin através da Mercurius Crypto

O mercado de criptomoedas, apesar de revolucionário, tem como principal dor a desinformação que existe entre os investidores dos ativos digitais. Apesar de, no Brasil, já termos muitos conteúdos sobre o mercado, sempre faltaram análises mais profundas e profissionais, como são feitas no mercado tradicional através das casas de Pesquisa como a Suno, Grayscale, entre […]

26 de novembro de 2020 3 min de leitura
time

Artigo atualizado 26 de novembro de 2020

O mercado de criptomoedas, apesar de revolucionário, tem como principal dor a desinformação que existe entre os investidores dos ativos digitais.

Apesar de, no Brasil, já termos muitos conteúdos sobre o mercado, sempre faltaram análises mais profundas e profissionais, como são feitas no mercado tradicional através das casas de Pesquisa como a Suno, Grayscale, entre outros.

A Mercurius, residente do Distrito For Startups,  surgiu para atender a essa dor do consumidor brasileiro, por meio de análises do mercado de criptoativos, distribuindo isso para o mercado, através de players também engajados na nutrição de seus clientes com conteúdo de qualidade.

Distrito for Startups

Mercurius Report

O Mercurius Report hoje é consumido por milhares de investidores do mercado de criptomoedas. O conteúdo é focado em análise fundamentalista e, a cada mês, é explorado um tema em específico do mercado (normalmente, um tópico em relevância no momento).

No mês de outubro, por exemplo, produzimos uma análise da evolução do Bitcoin e do mercado de criptomoedas como um todo, comemorando os 12 anos de idade do mercado.

O Começo

A Mercurius começou a produzir conteúdo para o mercado desde o começo da empresa, em 2019. Mas foi apenas em 2020 que as análises fundamentadas passaram a ser acessíveis ao mercado. Em março deste ano, foi lançado o primeiro estudo oficial: A Research Completa do Bitcoin. Um conteúdo de mais de 100 páginas de pura análise, abordando como funciona o Bitcoin e a rede do ativo.

A Evolução da Mercurius Crypto

A partir desse estudo, a startup viu a demanda aumentar passando a produzir reports mensais e semanais para a base de leads (os semanais hoje são exclusivos aos assinantes da Mercurius PRO).

“Nos primeiros meses, tivemos um foco absoluto na qualidade do conteúdo, desde as pesquisas até a redação e o layout. Nesse momento, distribuíamos os Reports para nossa base e em nossas mídias sociais (tínhamos um consumo total de não muito mais do que 100 pessoas)”, comenta Orlando Telles, Head de Pesquisa da Mercurius. Confira abaixo a entrevista completa:

Como foi a evolução da produção e estratégia dos reports?

Com os feedbacks, fomos evoluindo a qualidade do Report.

Ao passo que crescíamos nossa base orgânica (pois também produzimos muito conteúdo no YouTube, blog e Instagram), também fomos atrás de parcerias com players do mercado de cripto interessados em disseminar o conteúdo para seus clientes e sua base. Aqui passamos a utilizar o networking a nosso favor.

Conte mais sobre a distribuição dos seus reports pela Foxbit?

Nosso Report passa a ser distribuído para uma base grande de consumidores que estão precisando, de fato, desse conteúdo.

A Foxbit é uma das maiores Exchanges brasileiras de criptomoedas, e Exchanges são para cripto os que as corretoras são para o mercado tradicional. Portanto, grande parte dos novos investidores de criptomoedas começam por elas.

Passamos a ter 20 vezes mais leitores em nossos reports, e percebemos que o conteúdo faria sentido para mais players desse mercado.

Hoje, distribuímos esse material para players importantes como Bitfy, Alterbank, Coinext, Cointimes e a Foxbit.

Alcançamos cerca de 200.000 pessoas e temos, em média, entre 3.000 e 4.000 leitores mensais.

O Report deste mês é ideal para quem pouco conhece sobre o mercado, ou conhece mas está iniciando seus investimentos em cripto. Baixe agora o report.

Posts recomendados

Acesse o blog arrow