arrow Voltar
Da esquerda para direita, Gustavo Gierun (founder do Distrito), David Laloum (CSO do Distrito e Gustavo Araujo (CEO do Distrito)

David Laloum assume estratégia da maior plataforma de open innovation do Brasil depois de deixar a presidência da Young & Rubicam

Executivo, que durante toda sua carreira atuou com estratégia de grandes empresas, será sócio do Distrito e atuará como Chief Strategy Officer Depois de cinco anos como CEO da Young & Rubicam, uma das maiores agências de propaganda do mercado, David Laloum passa a integrar o time do Distrito, empresa de inovação, hoje tida como […]

5 de novembro de 2020 2 min de leitura
time

Artigo atualizado 5 de novembro de 2020

Executivo, que durante toda sua carreira atuou com estratégia de grandes empresas, será sócio do Distrito e atuará como Chief Strategy Officer

Depois de cinco anos como CEO da Young & Rubicam, uma das maiores agências de propaganda do mercado, David Laloum passa a integrar o time do Distrito, empresa de inovação, hoje tida como o maior ecossistema independente de startups do país. Além de presidente, Laloum ocupou uma série de cargos executivos no grupo multinacional britânico WPP, de publicidade e relações públicas, sob o qual está a Y&R. 

Laloum se torna sócio do Distrito e também atuará como CSO (Chief Strategy Officer), ficando responsável por desenhar a estratégia de médio e longo prazo da companhia e de seus clientes, juntamente com as áreas de Marketing e Growth. 

“O marketing e a comunicação sempre foram motor de crescimento das empresas por meio da criatividade. Hoje, isso se dá por uma outra chave, pautada pela tecnologia e pela inovação aberta. Combinadas, elas geram novos modelos de negócios para empresas e novas soluções para as pessoas”, afirma o executivo. “Apesar de bastante desafiadora, esta é uma evolução natural da minha trajetória pessoal e profissional. No Distrito, buscarei ajudar a construir um novo jeito de transformar as organizações, de modo mais ágil, mais aberto, mais escalável e com impacto positivo. Um modelo de transformação ancorado em tecnologia, dados e capacitação”, completa. 

Ao longo de sua carreira, Laloum cuidou da estratégia, planejamento e posicionamento de grandes marcas como Vivo, Via Varejo, Santander, Chanel, L’Oreal, Ford, Danone, Unilever e muitas outras. 

Gustavo Araujo, cofundador e CEO do Distrito, afirma que a sociedade com Laloum marca uma nova fase de maturidade  da companhia. “Sem dúvida alguma, com a vinda do David  aceleramos a agenda estratégica e de transformação de grandes empresas através do M&A com startups, squads de tecnologia e conexões com milhares de soluções que integram o ecossistema de startups monitoradas pelo Distrito”, diz. “O Distrito dobrou de tamanho nos últimos quatro meses, atendendo mais de 65 corporações em suas jornadas de transformação. Esse processo é hoje a prioridade número 1 da agenda da maioria dos CEOs e com o David estamos prontos para essa nova fase”, conclui.

Sobre David Laloum

Francês, é formado em Administração de Empresas pelo Institut Européen des Affaires (IEA), de Paris. Foi estrategista na TBWA Paris, diretor geral da Orange Art (uma butique digital), COO da Wunderman Paris, vice-presidente de estratégia e inovação e COO da Y&R Brasil até se tornar CEO da agência. Apesar de deixar sua presidência, Laloum seguirá como head de business development do grupo. Durante sua carreira, trabalhou para empresas locais e globais como Vivo, Via Varejo, Santander, Chanel, L’Oreal, Ford, Honda, Danone, Unilever, P&G, Coca-Cola, McDonalds, Starbucks, LG, Sanofi, Uber e muitas outras.

Sobre o Distrito

Fundado em 2014, o Distrito é uma empresa que tem como objetivo acelerar a produção de tecnologia e inovação no Brasil por meio do ecossistema de startups do país. Com um modelo de negócios inédito, atua em quatro frentes complementares: inovação corporativa, investimentos, hubs de inovação e inteligência de dados. Através da sinergia entre estas unidades de negócio e do forte apoio a seu ecossistema, o Distrito auxilia as startups a terem sucesso, as empresas a se transformarem e os investidores a gerarem retornos exponenciais.

Posts recomendados

Acesse o blog arrow