arrow Voltar
Como as startups podem se preparar melhor para o Dia das Mães

Como as startups podem se preparar melhor para o Dia das Mães

O Dia das Mães costuma ser o segundo evento mais importante para a economia em termos de aumento do faturamento, ficando atrás apenas do Natal. Para ter uma ideia, dados da consultoria Ebit/Nielsen mostram que os e-commerces faturaram R$2,2 bilhões no Dia das Mães em 2019 – um crescimento de 5% em relação ao ano […]

29 de abril de 2020 2 min de leitura
time

Artigo atualizado 29 de abril de 2020

O Dia das Mães costuma ser o segundo evento mais importante para a economia em termos de aumento do faturamento, ficando atrás apenas do Natal. Para ter uma ideia, dados da consultoria Ebit/Nielsen mostram que os e-commerces faturaram R$2,2 bilhões no Dia das Mães em 2019 – um crescimento de 5% em relação ao ano anterior. 

No entanto, é importante deixar claro que o impacto da data não se restringe aos e-commerces. As empresas da nova economia também devem traçar estratégias para aproveitar a data da melhor forma possível. Em tempos de pandemia e quarentena, isso é ainda mais importante, não é mesmo?

Pensando nisso, estamos trazendo boas práticas para sua empresa ter sucesso no Dia das Mães. Confira!

Analise o passado, mas considere o presente

Faça um levantamento de como foi o movimento no Dia das Mães em anos anteriores. Isso sempre vai ajudar a entender quais foram as iniciativas que deram mais resultado. Se a sua empresa é nova e ainda não tem histórico suficiente para isso, olhe para a concorrência e entenda as estratégias que elas utilizaram.

Além disso, lembre-se de que estamos vivendo um ano atípico, em decorrência da pandemia de coronavírus. Dessa forma, não basta olhar o passado para entender o presente. Leve em consideração o cenário atual na hora de definir as ofertas para a data. 

Se, por um lado, as pessoas estão segurando gastos, por outro estão com mais tempo livro e priorizando tudo o que pode ser feito de forma remota, em casa, o que pode é uma grande oportunidade para quem trabalha no universo digital.

Pense no seu público-alvo

Essa dica pode parecer batida, mas aqui existe um elemento diferente: a pessoa que vai fazer a compra é diferente da pessoa que vai usar o produto. Portanto, a oferta tem que levar em consideração essas duas personas.

O comprador pode estar preocupado com preço, por exemplo, mas também quer agradar a mãe. Lembre-se de que as mães não vivem apenas de flores e perfumes. Livros, cursos e muitos outros produtos e serviços podem ter forte apelo nessa data.

Elabore uma oferta especial

Aqui, não estamos pensando apenas no preço, mas na oferta como um todo, nos 4 Ps do marketing — produto, preço, praça e promoção. Um desses aspectos, a “praça”, já é dado, uma vez que estamos focando os negócios digitais.

Resta saber qual é o produto ou serviço que você vai oferecer, a que preço e como vai divulgar isso. Um aplicativo de exercícios em casa ou de meditação, por exemplo, pode fazer uma oferta especial para a data, dado que cuidar do corpo e da mente é mais necessário do que nunca. É possível, inclusive, pensar em uma parceria entre os dois para vender o “combo” de autocuidado completo.

Nessa ocasião, é importante tem em mente que seja algo que mostre cuidado com a mãe e, ao mesmo tempo, que ela possa usar nas atuais circunstâncias.

E então, já pensou em qual vai ser a sua estratégia para o Dia das Mães? Olhe sempre o que faz sentido para o seu público para conseguir fazer uma campanha de sucesso e aproveitar ao máximo a data.

Mais lidos

Compartilhar
Editoriais
  • Aceleração
  • Cases
  • Corporações
  • Cultura de inovação
  • CVC
  • D4S
  • Ecossistema e conexão
  • Estratégias
  • Eventos
  • Ferramentas e processos
  • Governança
  • Hubs
  • M&A
  • Partnership
  • Programas
  • Squads
  • Startups
  • Techboard
  • Tecnologia
  • Tendências
  • Transformação Digital

Posts recomendados

Acesse o blog arrow