arrow Voltar

Distrito recebe investimento seed da Via Varejo

Nesta segunda, 09 de novembro de 2020, temos o privilégio de anunciar um grande passo na nossa jornada: o Distrito e a Via Varejo começam uma parceria que marca a nossa história e oficializa o investimento recebido pelo maior ecossistema de inovação aberta do Brasil Considerado um salto estratégico, a operação realizada pela Via Varejo […]

9 de novembro de 2020 2 min de leitura
time

Artigo atualizado 9 de novembro de 2020

Nesta segunda, 09 de novembro de 2020, temos o privilégio de anunciar um grande passo na nossa jornada: o Distrito e a Via Varejo começam uma parceria que marca a nossa história e oficializa o investimento recebido pelo maior ecossistema de inovação aberta do Brasil

Considerado um salto estratégico, a operação realizada pela Via Varejo faz parte da jornada de transformação que a companhia protagoniza desde o ano passado após a aquisição da Asaplog, I9XP e banQi. 

Com o seu ecossistema de inovação aberta, fundamentado em dados e inteligência artificial, o Distrito conecta startups, grandes empresas, investidores e acadêmicos para gerar novos modelos de negócios, mais colaborativos, eficientes e sustentáveis. O aporte fortalece um importante movimento para ambas as empresas.

Para Gustavo Araujo, fundador do Distrito, a associação é um movimento único no país. “A Via traz um mundo de conexões e possibilidades, um universo enorme que chega para gerar valor às startups. Os empreendedores precisam de um player como a Via Varejo para validar seus produtos e tecnologias. Com a escala que a Via pode dar a esses empreendedores, não me surpreenderia se gerássemos alguns unicórnios em conjunto no longo prazo”, diz.

Fundado em 2014, o Distrito possui mais de 300 startups conectadas à sua rede, por meio de um programa de desenvolvimento contínuo, que tem como intuito auxiliar estas jovens empresas em seus mais diversos estágios. Além de um time e de uma plataforma digital que permitem a conexão de qualquer startup a seu ecossistema, independentemente de sua localização, o Distrito mantém hoje quatro hubs físicos – três em São Paulo e um em Curitiba.

Para Gustavo Gierun, também fundador do Distrito, “é uma maneira muito inteligente, diferente, de investir em inovação. Distrito e Via, de maneira descentralizada, aberta, vão se conectar com milhares de empreendedores. Com a potência da Via, o sistema Distrito fica mais forte, sendo preservada a sua independência. O investimento, por sua vez, proporcionará uma aceleração maior em tecnologia, inteligência e estrutura”, complementa Gustavo Gierun, também fundador do Distrito.

A Via Varejo já vem realizando um movimento cada vez mais forte em busca da inovação e transformação digital, conectar-se com o Distrito só potencializa isso. No ano passado, a companhia realizou o maior turnaround do varejo brasileiro, com consistência e sustentabilidade. 

“Não é um movimento óbvio. Olhamos lá na frente. Em vez de fazer uma simples aquisição, nos conectamos à maior rede de inovação do Brasil. Vai ser incrível para nós como companhia. Vamos poder viver e fomentar cada vez mais a cultura de mudança dentro e fora da Via, além de ter uma posição privilegiada no ecossistema de startups no Brasil. E, melhor ainda, vamos estimular o empreendedorismo, algo que será bom para todo o país”, afirma Roberto Fulcherberguer, CEO da Via Varejo.

Após digitalizar-se, multiplicar a eficiência de suas operações e ter o foco dirigido à experiência do cliente, a companhia busca agora ir além do varejo tendo como prioridade clientes e colaboradores. Com a integração das plataformas internas de vendas, os vendedores vêm rompendo a fronteira da loja física com oferta de produtos do online, incluindo marketplace. O investimento no Distrito é um passo importante para consolidar a empresa como um sistema baseado em tecnologia, empreendedorismo e inovação.

Posts recomendados

Acesse o blog arrow