arrow Voltar
10 maneiras de inovar na sua empresa

10 maneiras de inovar na sua empresa

A inovação é um tema debatido dentro de qualquer empresa que esteja buscando se adaptar às novas tecnologias do mercado. Com a chegada das startups e novos meios de escalar os negócios, as corporações estão se adaptando a diferentes metodologias e estratégias de inovação aberta para alavancar seus produtos. Apesar de muitas empresas focarem na […]

22 de outubro de 2021 6 min de leitura
time

Artigo atualizado 22 de outubro de 2021

A inovação é um tema debatido dentro de qualquer empresa que esteja buscando se adaptar às novas tecnologias do mercado. Com a chegada das startups e novos meios de escalar os negócios, as corporações estão se adaptando a diferentes metodologias e estratégias de inovação aberta para alavancar seus produtos.

Apesar de muitas empresas focarem na inovação de um produto específico, existem inúmeras formas e processos para inovar. O Framework dos 10 tipos de Inovação traz os olhares para todas as possibilidades que existem dentro da estrutura corporativa e mostra como cada transformação pode trazer muitas vantagens para a empresa.

Como surgiu o Framework?

O grupo Doblin – uma empresa de inovação global -, a partir de uma lista das 2 mil companhias mais bem sucedidas, na qual Amazon, IBM, Cirque du Soleil entre outros grandes nomes que foram citados, levantou as 10 dimensões em que qualquer corporação pode inovar. 

Por muito tempo, o foco das empresas era elaborar um produto diferente, inovador e que resolvesse alguma dor. O framework surgiu para quebrar esse padrão e olhar para outros aspectos da empresa, sendo uma ferramenta diagnóstica para avaliar como ela está abordando a questão da inovação internamente. Ele pode ajudá-la a analisar a competição no ecossistema, pode também revelar gaps e potenciais oportunidades para fazer algo de forma diferente.

Apresentando o Framework

Infográfico:

Configuração: 
- Modelo de lucro
- Network
- Estruruta
- Processo

Oferta:
- Desempenho do produto
- Sistema do Produto

Experiência:

- Serviço
- Canal
- Marca
- Engajamento do Cliente

O framework foi dividido em três categorias: configuração, oferta e experiência. Em cada uma delas há pontos de possíveis mudanças dentro da estrutura empresarial. 

Configuração: trata-se de toda a estrutura interna da empresa

Modelo de Lucro: Como a empresa se organiza para gerar lucros.

Uma forma de inovar é mudar o seu modelo de lucro, encontrando novas formas de transformar ofertas e outras fontes de valor em dinheiro. Modelos de lucro inovadores normalmente entram em conflito com o que a indústria já está acostumada: a forma de oferecer um produto, cobrar por ele e gerar receita. 

O modelo de lucro é algo que dificilmente sofre mudanças ou alterações nas empresas. E esse é o poder dessa inovação. 

Oferecer um produto Freemium é uma possível tática para inovar nesse aspecto, ou seja, oferecer um serviço básico de graça e cobrar um valor por uma versão premium, mais avançada desse mesmo produto. Spotify é um exemplo, o usuário tem acesso a todo o seu banco de dados de graça, porém, caso prefira um experiência livre de propagandas e com mais liberdade, pode optar pela versão paga. 

Network: Como você se conecta com os outros

Muitos já sabem que no mundo corporativo network é tudo. Mas você sabia que ela pode ser um meio de inovação? Ao inovar nessa questão a empresa consegue aprender sobre os processos, tecnologias, ofertas e vários outros componentes de outras empresas. Quando os riscos de novas ofertas e empreendimentos são compartilhados, os dois lados aprendem juntos. 

A Inovação Aberta é um exemplo em que os processos de inovação podem ser compartilhados entre funcionários, clientes, fornecedores, concorrentes e até mesmo com empresas de outros setores. Dessa forma é possível reduzir o tempo entre desenvolvimento e comercialização, diminuir custos nas etapas dos processos, criar novos mercados, entre outros benefícios. Caso queira se informar mais sobre esse assunto, assine nossa News de Open Innovation.

Estrutura: Como você organiza seus talentos e ativos

Esse ponto é focado em organizar os ativos da empresa, sejam eles tangíveis, humanos ou intangíveis, de um jeito único e que gere valor. Um exemplo é implementar mudanças em sistemas de gerenciamento de talentos ou até mesmo reconfigurar os bens de capital. 

Ao inovar em setores como: Recursos Humanos, P&D e T.I, a empresa pode atrair novos talentos, ou também criar um ambiente de trabalho altamente produtivo e um nível de desempenho que fique difícil para a concorrência se igualar. 

Oferecer Sistemas de Incentivos, Universidade Corporativa, Gestão de Conhecimento, são exemplos de atitudes que podem ser tomadas para que esse aspecto da empresa seja transformado. 

Processo: Como usar seus próprios métodos para fazer seu negócio funcionar

Inovar nos processos significa ter suas próprias metodologias para se diferenciar de outras empresas do ecossistema. Essa inovação exige uma mudança drástica do que é considerado tradicional no meio dos negócios, permitindo que a organização use habilidades únicas, funcione de forma eficiente, tenha rápida adaptação e construa um mercado que seja um exemplo para outros. 

Um destaque conhecido é a marca de roupas Zara, que ao inovar no processo de criação de suas coleções, tem hoje uma estratégia, também conhecida como “fast-fashion”, que leva as ideias do papel às estantes em tempo recorde. 

Oferta: trata-se do produto ou serviço central da empresa

Um estabelecimento amplo, com vigas de madeiras, bem iluminado. No centro da imagem, vemos uma mulher jovem, asiática, sorridente, vestindo uma blusa de manga longa vermelha, realizando o pagamento de algum produto.
No canto esquerdo, tem um computador moderno com a tela aberta na página de compras.

Desempenho do Produto: Como você desenvolve características e funcionalidades diferenciadas.

Este é o ponto mais comum de inovação pelas empresas, porém não podemos esquecer de que ele é apenas um entre dez tipos possíveis de inovação. E o mais fácil de ser copiado. Mas, ainda assim é importante ter um produto que ofereça um bom desempenho, updates e que gere valores próprios, assim se diferenciando da concorrência. 

Garantir que seu produto seja superior é uma das formas de se diferenciar nesse quesito, e isso pode ser feito ao desenvolvê-lo com um design excepcional, qualidade e uma experiência diferenciada. Além disso, produtos que sejam fáceis de serem usados e seguros têm grande chances de se destacarem também. 

Sistema de Produto: Como você cria produtos e serviços complementares 

Essa transformação te ajuda a cativar e encantar os clientes. Ela está focada em como os produtos e serviços individuais estão conectados entre si para criar um sistema robusto e escalável. Atinge-se isso quando a corporação cria produtos que trabalhem juntos, com sistemas integrados e que gere conexões de grande valor entre diferentes ofertas. 

A empresa Nike, ao apostar em uma conexão entre seus sapatos, sensores, aplicativos e aparelhos, criou o seu próprio ecossistema de produtos, entregando assim uma experiência completa para quem leva um estilo de vida esportivo.

Experiência: trata-se da experiência do cliente e sua visão sobre a empresa.

Um menino segurando um óculos de Realidade Aumentada em seu rosto. No fundo, uma mesa com um computador em cima.

Serviço: Como você amplifica o valor de sua oferta

O serviço é o primeiro contato que o cliente terá com o seu produto. Quando inovamos no serviço, além de nos destacarmos da concorrência, também tornamos o produto mais atraente para ser testado e usado. Se realizado do jeito certo, podemos tornar produtos simples em uma experiência que faça com que os clientes queiram voltar a usar. 

Um exemplo de tática para inovar com seu serviço é oferecer a possibilidade do cliente testá-lo antes que ele decida de fato investir nele. Providenciar benefícios e descontos para clientes frequentes e de grande valor por meio de Programas de Fidelidade é uma outra opção de transformar o seu serviço.

Canal: Como você entrega seu produto e serviços ao cliente.

A ideia nesta questão é garantir que o cliente consiga comprar o quê, quando e onde ele quiser. Aqui são englobados todos os possíveis canais de venda que sua companhia pode ter para oferecer seu produto/serviço ao cliente. Por mais que os e-commerces estejam em alta hoje em dia, para uma experiência imersiva, ainda podemos contar com estabelecimentos físicos. Quanto mais fácil e diversificado for o acesso do cliente ao seu produto, melhor. 

As possibilidades aqui são muitas, o importante é oferecer formas novas e diferentes de canais de vendas de seu produto, a diversificação aqui não é um problema. Uma ideia para atrair a atenção dos clientes é criar um Centro de Experiência, um lugar onde eles possam interagir com sua oferta, mas que a compra seja feita através de um outro canal.

Marca: Como você representa seu negócio.

A sua marca é com o que seus clientes se identificam. Tudo o que você quer representar com a sua empresa será representado por ela. Inovar com a sua marca garante que os clientes vão reconhecer, lembrar e preferir a sua oferta em vez das de outros concorrentes. 

Isso é o resultado de estratégias elaboradas que são implementadas em touchpoints entre sua empresa e seus clientes, incluindo comunicações, publicidade, interações de serviço, ambientes de canal e conduta de funcionários e parceiros comerciais.

Uma tática aqui é garantir a transparência de sua marca, permitindo que os clientes vejam que suas operações são uma das formas de trazê-los para mais perto de sua empresa. Outra opção é fazer com que sua marca represente uma grande ideia e/ou valores, de forma que isso seja consistentemente expressado pela empresa ao todo. 

Engajamento do Cliente: Como você fomenta interações convincentes

Quando inovamos na interação com os clientes, conseguimos entender as aspirações profundas deles, e usar essas informações para desenvolver conexões cada vez mais significativas para eles e a empresa. Existem várias formas de explorar esse tipo de inovação, podendo criar uma experiência memorável e até mesmo surpreendente. 

A experiência proporcionada pelos jogos do Nintendo Wii é um exemplo de como a interação do produto com o cliente pode ser transformada em uma experiência totalmente diferenciada. Ao utilizar o aparelho, os usuários acabam interagindo muito mais com o mundo real do que com a própria tela, tornando a experiência do jogo única. 

Conclusão

Uma forma de alcançar novos mercados, atingir novos clientes, gerar mais lucro e se destacar no mundo corporativo é através da Inovação. Esse framework vem para mostrar possibilidades de transformação dentro de uma empresa. 

São várias as combinações para fomentar cada vez mais a transformação de sua empresa. Não é preciso focar em apenas entregar um produto inovador: quando a inovação passar a existir em cada um dos aspectos da estrutura corporativa, a mudança acontece.

Posts recomendados

Acesse o blog arrow