arrow Voltar
O varejo na digitalização do consumidor brasileiro

O varejo na digitalização do consumidor brasileiro

Entrevista com Vitor Bertoncini, Diretor de marketing da RaiaDrogasil Como você vê o papel do varejo na digitalização do consumidor brasileiro? Tem um papel importantíssimo. É um dos principais vetores e incentivadores desse movimento. O varejo está no dia a dia do cliente, e um fluxo grande de usuários. Quando o varejo promove tecnologias acessíveis, […]

24 de setembro de 2020 3 min de leitura
time

Artigo atualizado 24 de setembro de 2020

Entrevista com Vitor Bertoncini, Diretor de marketing da RaiaDrogasil

Como você vê o papel do varejo na digitalização do consumidor brasileiro?

Tem um papel importantíssimo. É um dos principais vetores e incentivadores desse movimento. O varejo está no dia a dia do cliente, e um fluxo grande de usuários. Quando o varejo promove tecnologias acessíveis, consumidor adere, e se digitaliza.

Isso tem um efeito imediato sobre o ecossistema de tecnologia e inovação, porque é preciso ter um volume grande de dados para validar a tecnologia e os algoritmos. Então é simbiose: a startup inventa o algoritmo, o varejo traz o tráfego, valida e escala a tecnologia.

A RD tem um papel essencial nesse contexto. Temos a maior base de clientes do varejo brasileiro. Somos um dos maiores validadores de tecnologia do país. E trabalhamos com startups e parceiros para nos ajudar nessa missão.

Distrito for Startups

Como você analisa o comportamento do consumidor da Raia Drogasil e também do paciente digital?

Atualmente, somos líderes do varejo farmacêutico do Brasil e o 7º maior varejista nacional. Temos mais de 2.100 lojas em quase 400 cidades e estamos faturando hoje R$ 20 bilhões. Hoje, temos 36 milhões de clientes ativos e fazemos 260 milhões de atendimentos por ano, sendo 95% identificados.

Essa capilaridade, aliada a uma frequência muito grande de transações que cada cliente faz conosco, nos leva a ser um vetor desse processo de digitalização do consumidor brasileiro e do paciente digital.

Nosso programa de fidelidade, que era baseado em cupom, está migrando para o digital. Estamos fazendo 1 milhão de downloads do nosso App por dia, a maioria em loja, com nosso time ajudando o cliente a baixar e usar, promovendo uma experiência conectada entre o ambiente físico e o digital.

O cliente que usa o App compra mais na RD, mas também leva esse aprendizado pra sua vida. Fica mais digital em geral.

Como você vê o futuro da Raia Drogasil? Há iniciativas e projetos que vocês estão desenvolvendo?

Nós estamos repensando o conceito de farmácia e a pandemia nos ajudou a mostrar que esse ambiente deve ser um hub físico de saúde preventiva, potencializada pelo digital.

Portanto, estamos trabalhando com o conceito da “nova farmácia”, que é um espaço que traz vários serviços, de exames a testes e telemedicina.

As pessoas vão muito mais na farmácia do que a hospitais e ou clínicas. Essa capilaridade, acessibilidade e confiança, junto com a tecnologia, dão à RD uma condição única de fazer esse papel na saúde – ajudar o brasileiro a ter melhores hábitos e a ter saúde integral.

Sobre a RaiaDrogasil

A RD – Gente, Saúde e Bem-estar foi formada em 2011 a partir da fusão entre a Droga Raia e a Drogasil, que combinam 196 anos de história no varejo farmacêutico brasileiro. Com o propósito de “Cuidar de perto da saúde e do bem-estar das pessoas em todos os momentos da vida”, a empresa possui 2.100 lojas em 23 Estados.

ebook-mvp-Banner-1

Posts recomendados

Acesse o blog arrow