arrow Voltar

Da teoria à prática, entenda o que é e como fazer inovação tecnológica

Você já ouviu falar em inovação tecnológica? Sabe qual a diferença entre ela e outros tipos de inovação, como inovação aberta, disruptiva, radical e incremental?  A inovação tecnológica consiste no desenvolvimento de produtos e serviços usando, para isso, a tecnologia. Os benefícios são vários: melhora a cultura organizacional, permite ter mais produtividade, estimula a competição […]

14 de julho de 2020 4 min de leitura
time

Artigo atualizado 14 de julho de 2020

Você já ouviu falar em inovação tecnológica? Sabe qual a diferença entre ela e outros tipos de inovação, como inovação aberta, disruptiva, radical e incremental

A inovação tecnológica consiste no desenvolvimento de produtos e serviços usando, para isso, a tecnologia. Os benefícios são vários: melhora a cultura organizacional, permite ter mais produtividade, estimula a competição saudável. E há uma série de passos que as empresas podem seguir para adotá-la de maneira mais produtiva.

Leia o artigo para entender, da teoria à prática, o que é e como colocar em prática a inovação tecnológica.

O que é inovação tecnológica

Inovação tecnológica significa usar ferramentas, técnicas e modelos diferentes, mais tecnológicos, para melhorar a criação de produtos e serviços. Nesse processo, a empresa adota a tecnologia como uma fonte de inovação, identificando-a como um fator importante de sucesso.

Enquanto a inovação é um conceito mais amplo e consiste em adicionar outros passos ao desenvolvimento de produtos e serviços, atendendo novas necessidades, a inovação tecnológica foca nos aspectos tecnológicos dessas ofertas. Além disso, a inovação tecnológica precisa ser útil e estar de acordo com as necessidades do consumidor.

A inovação tecnológica é essencial para empresas que querem seguir competitivas no mercado, pois permite não só sobreviver, como também encontrar oportunidades que podem até ser mais lucrativas do que aquelas que a empresa explora atualmente. 

Benefícios da inovação tecnológica

A inovação tecnológica é benéfica não só para as empresas que a adotam, mas também para a sociedade e a economia. Agora que você já conhece o conceito, vamos falar sobre os seus benefícios.

Cultura organizacional fortalecida

Com a adoção de tecnologias, a cultura organizacional da empresa é fortalecida. A comunicação é mais fácil e existe mais conexão entre as diferentes áreas. Isso, é claro, caso os gestores implementem boas inovações tecnológicas, que sirvam a essa necessidade.

Melhorias na experiência dos clientes

Inovações tecnológicas adotadas nas empresas impactam também na experiência dos clientes. Processos mais eficientes, produtos e serviços mais adequados e um atendimento mais cuidadoso se refletem na experiência que o consumidor tem com a empresa. 

Ganho de produtividade

Outro benefício interno é o ganho de produtividade, já que a tecnologia permite fazer mais em menos tempo. Alguns exemplos são ferramentas de automação, canais de comunicação integrados, melhores plataformas de trabalho. 

Ganho de competitividade

A empresa também se torna mais competitiva no mercado, oferecendo mais valor aos consumidores. Dessa maneira, a sociedade também sai ganhando, pois, quando competem entre si, as empresas não ficam estagnadas, buscando oferecer produtos e serviços cada vez melhores.

7 passos da inovação tecnológica

Depois de conhecer o conceito e os benefícios da inovação tecnológica, veja os passos essenciais que as organizações devem seguir para desenvolver essa estratégia.

1. Tenha inteligência de mercado

A primeira etapa da inovação tecnológica é ter inteligência de mercado. Para isso, é preciso acompanhar o que o seu mercado de atuação está fazendo. Quais as tendências? Quais as novas oportunidades de negócio? Quais as necessidades dos consumidores?

Com base nessas informações, a empresa consegue ter insumos para desenvolver os produtos ou serviços, assim como melhorar os próprios processos.

2. Analise se as ideias são viáveis

Se você fez a primeira etapa, agora deve ter muitas informações sobre o seu mercado em mãos. Mas nem toda oportunidade que parece boa deve ser levada adiante. Primeiro, é preciso analisar se ela é viável.

Por isso que a segunda etapa é a da análise de viabilidade. Nesta etapa, reflita se o público realmente se interessa pela solução que está sendo desenvolvida — para que dê certo, ela precisa ser aceita. Pense também se ela faz sentido dentre o restante dos produtos ou serviços que a empresa oferece. E, além disso, avalie as ofertas da concorrência e conclua se o investimento que será feito é justificado pela oportunidade.

3. Faça um protótipo

Se você concluiu que a ideia é viável, dê seguimento ao processo de inovação tecnológica criando um protótipo para testar com o público. O melhor é fazer testes com uma fatia do mercado antes de fazer um grande lançamento, evitando prejuízos. 

Um protótipo é uma ferramenta de aprendizado, feita para receber feedbacks dos clientes antes do lançamento de fato. Com base nas opiniões, o protótipo pode ser melhorado, e a tecnologia, validada.

4. Pense na engenharia do produto

Se o protótipo foi bem aceito entre os clientes, é hora de partir para a engenharia de produto. Aqui, serão definidos os materiais usados na fabricação do produto, os processos de fabricação e a documentação necessária para padronizar essa produção. 

Nessa etapa, também deve-se pensar em quem serão os fornecedores, os distribuidores e os vendedores dessa solução, assim como no suporte e no ciclo de vida do produto.

5. Hora da produção

Agora, é a etapa de produção desse produto ou serviço. No primeiro caso, serão envolvidas máquinas, equipes que devem ser treinadas, linha de produção, matérias-primas, tecnologias que talvez a empresa precise adquirir. 

Já no caso dos serviços, é preciso levar em conta ainda a experiência do usuário, pois o cliente se relaciona de maneira mais próxima da empresa.

6. Venda e entregue os produtos ou serviços

A penúltima etapa é a de venda e entrega dos produtos ou serviços desenvolvidos. Aqui, os times de marketing e vendas já podem estar trabalhando em paralelo às etapas anteriores para divulgar e vender essa nova solução.

Nessa etapa, é preciso usar dados da etapa de inteligência de mercado, direcionando as campanhas para o público-alvo correto. Também devem ser definidas as métricas para acompanhar as vendas dessa nova solução. 

7. Implemente a melhoria contínua

Em todas essas etapas, é necessário implementar a melhoria contínua. Os feedbacks têm papel fundamental aqui, principalmente dos clientes, que utilizam essa nova solução no dia a dia. Leve essas opiniões em consideração para incluir novas funcionalidades e descobrir novas oportunidades de negócio.Além de dominar conceitos como a inovação tecnológica, é importante que empreendedores entendam como funciona a nova economia, ainda mais no contexto atual, de incertezas trazidas pela pandemia. Para isso, preparamos uma aula especial, gratuita e online, com especialistas do Distrito, que vão falar sobre como as empresas estão se adaptando a esse momento. Inscreva-se e assista agora mesmo!

Posts recomendados

Acesse o blog arrow