arrow Voltar
Jornada de inovação: o que é e quais são as etapas

Jornada de inovação: o que é e quais são as etapas

A jornada de inovação é base para projetos que buscam manter as empresas sempre em consonância com as demandas e tendências do mercado em diferentes setores.

29 de março de 2022 6 min de leitura
time

Artigo atualizado 29 de março de 2022

A jornada de inovação é base para projetos que buscam manter as empresas sempre em consonância com as demandas e tendências do mercado em diferentes setores.

A inovação é uma obrigatoriedade para qualquer empresa que deseja se manter relevante para o mercado.  Muitos dos grandes líderes já entenderam isso, e cada vez mais esse assunto está tomando conta da rotina empresarial. 

Segundo um estudo divulgado pelo MIT, hoje no Brasil uma grande parte das empresas, 45,7% mais precisamente,  já estão colocando em prática uma estratégia de transformação digital, 30,5% estão planejando uma estratégia, entretanto 1,9% ainda não possuem nenhum planejamento.

Isso mostra que muitas empresas já estão conscientes da importância de implementar inovação em sua cultura. Porém, além da consciência, é essencial entender como de fato aplicar uma estratégia de inovação que garantirá resultados para o negócio.

O que é a jornada de inovação

A jornada de inovação serve como um guia para as empresas que sentem a necessidade de iniciar um processo de inovação dentro da organização e precisam fugir da obsolescência, porém não tem ideia de como iniciar. 

É claro que não existe apenas uma forma de fazer com que a inovação aconteça. Porém, existem alguns passos que podem facilitar o caminho que já foram testados, aplicados e trouxeram resultados surpreendentes para empresas dos mais diversos setores. Afinal, nós sabemos que esperar para inovar pode custar muito caro.

Leia mais: 6 grandes empresas que não souberam inovar

Além disso, quando estrutura-se uma jornada de inovação, além de oferecer um caminho claro a ser trilhado por todo o time, garantindo que a inovação será uma prioridade, também se garante um aumento na eficiência das ações. Dessa forma, é imprescindível contar com etapas claras e bem estruturadas, garantindo o alinhamento de todos os setores da organização e a sintonia das ações executados com foco em atingir um único objetivo.

Sem mais delongas, vamos seguir para a apresentação de cada etapa da jornada de inovação.

Etapas da jornada de inovação

Conforme mencionado, existem diversas formas de inovar dentro de uma empresa. Contudo, ao estruturar uma jornada clara, que pode ser mensurada e provada, o caminho se torna mais assertivo . 

Confira as etapas dessa jornada que levará a sua empresa mais longe através da inovação e transformação digital:

Identificar a necessidade

Parece óbvio, mas o primeiro passo antes de qualquer planejamento estratégico é ter consciência da necessidade de inovar. E é nesse momento que inicia-se uma busca por informações e educação acerca do tema. 

É nessa etapa também que conexões com outras empresas que buscam inovação ou que já praticam inovação são criadas. Além de conhecer pólos de inovação e entender conceitos, tendências de mercado e realizar pesquisas sobre diversas áreas e necessidades do mercado.

É muito importante aqui que essa necessidade seja alinhada não só com toda a gerência mas também com todos os colaboradores da empresa. Assim como, providenciar conhecimento a todos, através de workshops, mentorias, bate-papos, etc. 

Dessa forma, todos sentirão que fazem parte do novo processo e se sentirão à vontade para expressar ideias, dúvidas e opiniões. 

Brainstorm

Após ter buscado conhecimento sobre inovação, disseminado essa cultura com toda a empresa e ter entendido as necessidades e gaps do mercado é a hora de levantar as ideias através de brainstorms.

Nessa etapa não há limites. Tanto ideias palpáveis quanto as mais loucas e aparentemente impossíveis são bem-vindas, quanto mais a criatividade estiver presente e as ideias fluindo melhor. Anote tudo que for possível e ouça a todos. 

Fazer conexões com startups

Não tem como falar de processos de inovação sem levar em conta a importância de construir um relacionamento com startups, uma vez que essas empresas têm a inovação em seu core. São empresas que vivem, respiram e fazem inovação diariamente. 

O networking aqui é extremamente importante – tanto com as empresas do ecossistema quanto com os pares que atuam nelas. É necessário entender como funcionam os processos de inovação dentro dessas empresas e conseguir, a partir daí, gerar insights e novas possíveis soluções para as necessidades do mercado.

Colocar em prática 

Após tudo isso, é a hora de selecionar as ideias que abarquem as dores e necessidades identificadas. Com essas ideias escolhidas, é hora do test fast, fail fast – uma técnica que baseia-se na ideia de colocar ideias em prática o quanto antes, caso a ideia falhe, utilizar os conhecimentos adquiridos para partir para outras ideias. 

É muito importante também, criar protótipos, e metrificar os resultados tanto quanto for possível. E , a partir de MVPs, entender se a nova abordagem, produto ou serviço realmente mudou a vida do cliente.

Com o protótipo testado e aceito, é o momento de investir na ideia. Assim como, realizar uma estratégia de marketing para realizar o lançamento do novo produto ou serviço garantindo que os resultados e metas serão alcançadas o quanto antes.

Acompanhe e melhore 

Não pare após o lançamento de um produto. É extremamente importante acompanhar de forma contínua. Metrifique e analise todos os resultados, tanto do serviço ou produto quanto de todas as etapas que serviram como base para o lançamento deles, e utilize todos os feedbacks para aplicar melhorias sempre que necessário.

E, caso alguma ideia não funcione ou não atinja os resultados planejados, volte à primeira etapa e inicie a jornada desde o início. A falha faz parte de todo o processo, e é através dos testes e dos erros que é possível aprender a oferecer serviços/produtos cada vez melhores. 

Como evitar erros comuns

Um dos principais erros na hora de implementar uma jornada de inovação é se apaixonar pela ideia de não pelo problema. Quando há um apego por uma ideia específica, gasta-se muito tempo e dinheiro tentando fazer com que ela funcione, e às vezes, não se percebe que a ideia não tenha um resultado tão bom quanto se achava. 

É muito importante, para que esse problema seja evitado, entender que o foco precisa ser na entrega de valor para o cliente e na resolução do problema, independente da ideia escolhida. Além disso, uma pesquisa de tendência e mercado é importantíssimo para conseguir construir uma solução que seja realmente inovadora, e não apenas mais do mesmo. 

Um outro erro muito comum, é acabar demorando para testar uma ideia por capricho. Muitas vezes o perfeccionismo, a vontade de garantir que o produto esteja perfeito, sem defeito e sem falhas o impeça de atingir os resultados tão almejados. 

Utilizar a metodologia do teste rápido, falhe rápido é a melhor forma de evitar esse tipo de problema. Entender que quanto mais rápido a ideia for testada, mais rápido irá acomular aprendizado para futuras ideias serem colocadas em prática.

A importância da governança

A governança é um elemento chave para que toda a jornada de inovação seja bem sucedida. É a governança que irá garantir que as práticas, processos, regras, estruturas e comportamentos corporativos sejam estabelecidos e executados da melhor forma. 

Nos dias de hoje, a governança corporativa é vista pelo mercado como um grande ecossistema, que envolve pilares como compliance, gestão de risco, transparência e entre outros. 

Por tanto, fica fácil de entender o que faz com que a governança seja um meio para que os objetivos da empresa sejam atingidos. É a partir dela que garante-se que todas as demandas sejam atendidas. 

E, levando em consideração que o cliente é um dos principais stakeholders a ser considerado pela corporação, através de uma governança focada no cliente e junto com os devidos esforços, a fidelização do seu público-alvo torna-se mais possível. 

Kit Inovação do Distrito

Gestão da inovação

Uma forma de garantir ainda mais que todas as etapas da jornada de inovação sejam executadas da melhor forma possível, conforme o planejado, é necessário que haja uma gestão responsável pela inovação da empresa.

Essa gestão certificará que todo o processo, desde o início até o fim, esteja de acordo com o que foi estruturado e é ela que irá estabelecer os métodos necessários, assim como os meios usados para guiar a empresa pelas etapas da inovação. 

Sendo assim, será através da gestão de inovação que todos os detalhes referentes aos passos  para a  implementação de uma jornada de inovação, assim decidir como os recursos humanos, capital e materiais necessários serão empregados.. 

Portanto, para que uma empresa consiga realizar uma jornada de inovação da melhor forma, é preciso ter um time responsável pela gestão para que os passos e processos sejam estruturados da melhor forma, uma forte governança corporativa para que seja possível garantir que tudo está de acordo com o planejado, e uma cultura empresarial em que todos entendam a necessidade de inovar e estejam envolvidos nesse processo. 

Para se aprofundar em inovação e processos de inovação, transformação digital e descobrir diferentes maneiras de colocar tudo isso em prática na sua empresa, não deixe de acessar nossos relatórios completos sobre esse ecossistema.



Posts recomendados

Acesse o blog arrow