arrow Voltar

[GUIA] Como construir e divulgar a marca da sua startup nas redes sociais?

Para qualquer empresa a presença online é muito importante. Muitas vezes, são pesquisas na internet que conecta clientes a produtos e serviços. As mídias sociais, conhecidas como redes sociais, são os receptores desse conteúdo buscado. Por esse canal também acontece a interação com o futuro cliente e essa relação é fundamental desde o início do […]

5 de março de 2021 4 min de leitura
time

Artigo atualizado 5 de março de 2021

Para qualquer empresa a presença online é muito importante. Muitas vezes, são pesquisas na internet que conecta clientes a produtos e serviços. As mídias sociais, conhecidas como redes sociais, são os receptores desse conteúdo buscado. Por esse canal também acontece a interação com o futuro cliente e essa relação é fundamental desde o início do negócio, na validação da ideia, até estágios mais avançados, como na comercialização do produto. 

Sendo assim, as redes sociais são altamente estratégicas para o sucesso do negócio. O engajamento com o público é fundamental para a fidelização dele ao conteúdo e, consequentemente, ao produto. Sua empresa pode receber feedbacks, esclarecer dúvidas, oferecer novos produtos, compartilhar informações importantes e, assim, construir uma marca coerente com o posicionamento da startup e a mensagem que ela quer passar. 

Então, construir e divulgar uma boa marca nas mídias sociais é uma das ferramentas de trabalho para se obter sucesso na jornada de crescimento da startup. Ter consistência nas publicações e saber usar a criatividade são pilares fundamentais para manter sua marca bem posicionada. Neste artigo, pretende-se listar algumas dicas de como começar a construir sua divulgação online. 

1. Criando uma identidade visual

A identidade visual é um conjunto de elementos gráficos que representam uma empresa e é formada pelo logotipo, slogan, tipografia, kit de marca e paleta de cores. Ele precisa transmitir os conceitos do negócio para que todos identifiquem qual é a marca que está associada àquela peça. É importante que sua identidade seja marcante para ter reconhecimento do público, crie algum vínculo com símbolos que gerem a sensação de pertencimento. Através da identidade visual constitui-se o posicionamento que o público espera, os elementos escolhidos ajudam a transmitir essa mensagem. A manutenção desses elementos deve acontecer de tempos em tempos, mas sempre garantindo a identificação com a marca. 

2. Escolhendo as redes sociais para a startup

Cada rede social tem suas particularidades específicas, não adianta se cadastrar nas mídias mais famosas e achar que essa é uma boa estratégia. Vale considerar qual mercado aquela mídia atende, por exemplo, diferente do Facebook, o Linkedin é mais frequentado por aqueles que estão mais propensos a fazer negócio. O Pinterest é mais usado como banco de boas referências para o público criativo e essas características devem ser avaliadas antes da inserção da sua marca. 

Antes de marcar presença, é preciso considerar alguns pontos: 

  • mercado de atuação;
  • onde os concorrentes estão;
  • onde os clientes estão;
  • os recursos disponíveis em cada canal e como eles estão conectados aos objetivos de marketing e negócios;
  • os esforços que cada canal demanda;
  • capacidade operacional do time.

3. Planejamento de conteúdo que atrai

Depois de definir em quais plataformas pretende-se atuar, é hora de pensar no conteúdo que será compartilhado e como isso será feito. A documentação do processo é o ponto principal da estratégia para a execução ser fluida. Alguns itens incluídos no processo devem ser considerados, são eles: 

  • frequência: quantos posts diários, semanais e mensais serão feitos.
  • editoriais: quais serão os valores e temas exaltados na estratégia, que tipo de mensagem será entregue ao público. 
  • formatos de conteúdo: quais serão os formatos utilizados nas publicações dos posts.
  • calendário editorial: qual post será publicado, quantas vezes ele será publicado, em qual canal e quais as datas e horários. 
  • ferramentas de gestão: quais ferramentas podem ajudar na criação, organização e postagem de conteúdos.

4. Impulsionando resultados 

Diferentemente do que muitos pensam, redes sociais não são canais de marketing gratuito. Como são meios midiáticos, sua monetização, na maioria dos casos, é feita por veiculação de anúncios.  Por isso, se, por um lado, o algoritmo desses canais atua para favorecer o usuário, por outro lado, as marcas usam dessas mídias para aumentar seu faturamento. 

Existe uma discussão na internet sobre a distribuição orgânica dos conteúdos, algumas mídias não entregam conteúdos não patrocinados, por exemplo o Facebook, mas em social Ads, ele continua sendo o primeiro em conversão de clientes. Então, antes de decidir onde investir em publicidade, é muito importante comparar bem a atuação e os segmentos que diferenciam as plataformas para encontrar o que melhor se encaixa na sua estratégia. 

5. Tracionando resultados 

Testar, validar e repetir é a chave do sucesso para escalar uma startup, e também deve ser aplicado nas redes sociais. Avaliar os processos passados e utilizar os aprendizados para pensar em novas estratégias a serem seguidas é a fórmula de sucesso da sua presença online. Por isso, é importante entender quais são as métricas mais importantes de cada rede social e quais delas serão seus indicadores de performance, conforme o plano traçado. 

Por exemplo: de nada adiantará você definir como indicador de sucesso o crescimento de seguidores no Instagram se o seu planejamento foi todo construído com o objetivo de geração de tráfego e de cadastros. Por isso, o trabalho nas redes sociais não pode ser feito de forma aleatória e há muito a ser feito.

Como construir e divulgar uma marca para sua startup nas redes sociais

Para definir uma boa estratégia nas redes sociais, entender um pouco sobre SEO é fundamental. Para ajudar empreendedores que têm pouca experiência com mecanismos de busca e ranqueamento nos principais buscadores da internet, O Distrito for Startups elaborou o ebook Como construir e divulgar uma marca para sua startup nas redes sociais, focado em auxiliar na estruturação do planejamento, execução e branding em Social Media para startups. Entre os pontos abordados, algumas dicas são:

1. Defina uma persona ideal.

2. Identifique em quais redes e formatos faz mais sentido focar.

3. Tenha clareza dos seus objetivos em cada rede social.

4. Estabeleça uma integridade na comunicação (voz, tom, elementos visuais).

5. Desenvolva parcerias com outras marcas.

6. Mapeie os interesses do seu público e defina rituais de brainstorm com a equipe.

7. Organize um calendário de publicação a ser cumprido.

O conteúdo é uma parceria entre Distrito, Canva, mLabs e SemRush para atender as dores de startups e fundadores que buscam melhorar a presença das suas marcas nas redes sociais. Aproveite! 

Saiba mais sobre o Distrito For Startups

O Distrito for Startups é um programa de desenvolvimento contínuo de startups que tem como objetivo auxiliar na superação de todos os desafios da gestão, e ser ponte entre a startup e a maior comunidade virtual de startups do país.

Ele te conecta a soluções inovadoras e uma tecnologia de ponta, através de mentorias onlines com diferentes mentores a sua escolha ou com um dos Community Managers do Distrito, participação em eventos, conexão direta com corporates e universidades, treinamento de pitch para investidores, acesso a conteúdos e workshops exclusivos, validação de processos e descontos em ferramentas. Além de hubs de inovação que te conectam com diferentes empreendedores e diversas oportunidades.

Distrito for Startups

Posts recomendados

Acesse o blog arrow