arrow Voltar
PIX: o que muda no seu bolso e no seu negócio

PIX: o que muda no seu bolso e no seu negócio

O PIX chegou para mudar a vida de milhões de brasileiros, principalmente aqueles desbancarizados. Contudo, essa novidade terá um impacto ainda maior para as empresas, já que o modelo pode acabar com as transações de DOC, TED e até com maquininhas. Mas, afinal, o que é, como irá funcionar o serviço e o que muda […]

13 de outubro de 2020 3 min de leitura
time

Artigo atualizado 13 de outubro de 2020

O PIX chegou para mudar a vida de milhões de brasileiros, principalmente aqueles desbancarizados. Contudo, essa novidade terá um impacto ainda maior para as empresas, já que o modelo pode acabar com as transações de DOC, TED e até com maquininhas. Mas, afinal, o que é, como irá funcionar o serviço e o que muda no seu negócio e no seu bolso?

O que é e como vai funcionar o PIX?

O PIX é um novo sistema lançado pelo Banco Central. Trata-se de um método que permitirá a realização de pagamentos e transferências em menos de dez segundos, tarifas zeradas para PF e reduzidas para PJ, além de transações utilizando apenas uma chave PIX ou um QR Code. 

Atualmente, o pagamento de boletos e contas é feito presencialmente ou online. Já para enviar dinheiro para outra conta é necessário fazer uma TED ou DOC, o que pode demorar para ser validado e, na maioria das vezes, tem um custo: as tarifas bancárias. 

O PIX chegou para revolucionar essas operações bancárias, pois o serviço estará disponível 24 horas por dia, sete dias por semana, tudo isso com custos reduzidos para Pessoas Jurídicas. 

Isso significa que aquela transferência feita no final de semana poderá ser completada fora do horário comercial do banco, de maneira mais rápida, barata e segura, sem a necessidade de um intermediário.

PIX: afinal, o que muda no seu bolso e no seu negócio? 

O Pix para PJ é uma verdadeira revolução dos pagamentos que vai mudar a rotina na sua empresa. Uma forma de ganhar mais agilidade, eficiência e produtividade nas operações. Confira as principais vantagens para seu negócio: 

Mais rapidez e pagamento direto na conta 

A maior vantagem para os empreendedores é que os pagamentos feitos via PIX serão recebidos diretamente na conta, sem a necessidade de um intermediário bancário. 

Quem utiliza a maquininha, por exemplo, provavelmente passa pelo processo burocrático e a demora no recebimento de valores pagos com cartão de crédito ou débito. 

Segundo o Banco Central, com o PIX, os empresários receberão os pagamentos na conta em até dez segundos. 

Custos menores 

Atualmente, muitos donos de empresas pagam taxas altas para realização de transferências e, principalmente, as tarifas de pagamentos feitos na maquininha de cartão.

O custo do PIX para as instituições financeiras já foi informado e será de apenas R$ 0,01 para cada dez transações e R$ 0,07 por TED. Já para as empresas, as taxas ainda não foram divulgadas, no entanto, serão bem mais baratas que as operações tradicionais. 

Com o PIX oferecendo valores mais atrativos, as empresas de pagamentos automaticamente terão que baixar suas taxas e preços para competir no mercado, e quem sai ganhando com isso são os empreendedores. 

Alguns bancos estão estudando a possibilidade de não oferecer taxas no PIX para PJ, o Nubank, por exemplo, já divulgou que não fará a cobrança.

Mais facilidade e segurança

As transações financeiras feitas com o PIX usam uma espécie de chave, por isso, não será necessário informar todos os dados bancários e pessoais para realizá-las, deixando tudo mais simples e rápido.

Funciona da seguinte maneira: para que o usuário seja identificado, ele deverá sempre conceder sua chave PIX para quem irá enviar o valor. Em seguida, o aplicativo da instituição financeira do pagador também solicitará a mesma chave para garantir a transferência.  

Além disso, o PIX utiliza tecnologias de criptografia, autenticação mútua e assinatura digital para garantir a segurança das transações.

Disponibilidade 24 horas por dia 

Enquanto um DOC ou uma TED, dependendo do horário que foi feita, pode demorar até um dia útil para cair na conta, com o PIX isso não vai existir. As transações financeiras no PIX funcionarão 24 horas por dia, inclusive nos finais de semana e feriados.


Fintech Report 2022 Banner

Como será o cadastro do PIX para empresas?

O cadastro deve ser feito por meio da instituição financeira utilizada pela empresa. Para isso, será necessário criar uma chave PIX, que pode ser o CNPJ, e-mail ou número de celular. 

Segundo o Banco Central, os cadastros vão começar no dia 5 de outubro de 2020 e o lançamento para todo o país será no dia 6 de novembro de 2020.

A chegada do PIX pode resultar em uma queda no volume de transações com cartão e dinheiro físico mas, para isso, existe uma mudança de cultura necessária, a qual pode ser rápida ou levar anos.

De certa forma, as empresas terão a oportunidade de melhorar a experiência do cliente oferecendo pagamentos 100% digitais, seguros e sem nenhuma burocracia.

No blog da Foregon você encontra conteúdos sobre meios de pagamento que você pode oferecer para seus consumidores, além de dicas para se planejar financeiramente e vender mais. Não deixe de conferir.

Até a próxima!

Posts recomendados

Acesse o blog arrow