arrow Voltar

[ENTREVISTA] CEO da Atta fala sobre os desafios para os próximos anos

Com mais de cinco anos, a Atta é uma startup que nasceu em meio ao que chamamos de boom das proptechs e veio para resolver problemas e gargalos do mercado imobiliário. No início do ano, a companhia foi uma das startups investidas pelo Distrito Ventures. Por meio do uso de Inteligência Artificial, a plataforma facilita […]

17 de abril de 2020 2 min de leitura
time

Artigo atualizado 17 de abril de 2020

Com mais de cinco anos, a Atta é uma startup que nasceu em meio ao que chamamos de boom das proptechs e veio para resolver problemas e gargalos do mercado imobiliário. No início do ano, a companhia foi uma das startups investidas pelo Distrito Ventures.

Por meio do uso de Inteligência Artificial, a plataforma facilita o acesso ao crédito, tornando também mais ágil e transparente o processo de compra, venda ou aluguel de um imóvel.

Com a rodada que a Atta recebeu – que contou ainda com outros fundos – como por exemplo a Fisher Venture Builder, que ampliou sua participação –, a startup se destaca no mercado ao ser independente e não estar ligada a bancos.

Durante a elaboração do estudo Distrito PropTech Report 2020, conversamos com o CEO da Atta, Renato Caporrino, que contou para nós seus planos para a startup e como enxerga o mercado imobiliário.

Entrevista completa com Renato Caporrino, CEO da Atta

Como está a Atta depois de 5 anos?

Em 5 anos, temos 1100 imobiliárias, 10 mil propostas/ano, a ideia é dobrar esse ano com melhorias no sistema. Em 2019 tínhamos 28 funcionários, dobramos o número e também conseguimos dobrar o faturamento rodando no brakeven.

Como é a relação com os bancos?

Diferente de outros produtos de varejo bancário, o mercado ainda não tem esse modelo. Essa foi a primeira empresa a ser um canal que através de tecnologia distribui os produtos dos bancos. No primeiro momento tivemos uma negativa por que os concorrentes são empresas exclusivas de cada um dos bancos. Nós somos a primeira empresa de distribuição de crédito que não tem exclusividade, não somos um correspondente, somos um canal de distribuição onde o correspondente pode se cadastrar comigo ou com o banco. Na Atta ele tem um custo operacional menor então vale a pena fazer a operação conosco. Quando conseguimos mostrar a transparência do nosso sistema e entregar os resultados que os bancos pediram conseguimos ter menos barreiras na interação dos sistemas, condições comerciais e acordos diferenciados com esses bancos. Hoje os bancos usam a gente como benchmark para melhoria dos próprios sistemas.

Como é a relação das incorporadoras e imobiliárias?

As imobiliárias e incorporadoras são os nossos clientes, antecipamos o fluxo de recebimento no repasse do empreendimento recebendo em menos da metade do tempo, é comum as imobiliárias terem um aumento de 20 a 28% das vendas com um financiamento mais ágil. Além disso como acompanhamos o cliente durante toda a jornada sabemos quantos por cento dos seus clientes conseguem financiamento ou não, diminuindo a taxa de distrato ou antecipando o problema para a incorporadora. Tivemos uma assertividade de 89% da base do dia da venda até a época do repasse.

Como escalar nos próximos passos?

Duas vias de escala. Desenvolvemos um sistema de franquias, uma franqueabilidade da marca Atta, com 28 já vendidas, são o nosso meio de distribuição dos produtos que desenvolvemos. A outra é distribuir através dos incorporadores.

Posts recomendados

Acesse o blog arrow