arrow Voltar
Conheça as startups brasileiras aspirantes à unicórnio

Conheça as startups brasileiras aspirantes à unicórnio

Para quem acompanhou o ecossistema de startups brasileiro nos últimos anos, presenciou a quebra de recordes em 2020 e sua consequente superação em 2021, ano em que as startups nacionais receberam o volume de US$ 9,4 bilhões em aportes. Além de o volume de investimentos ter superado em cerca de 3X o ano anterior, é […]

17 de fevereiro de 2022 4 min de leitura
time

Artigo atualizado 17 de fevereiro de 2022

Para quem acompanhou o ecossistema de startups brasileiro nos últimos anos, presenciou a quebra de recordes em 2020 e sua consequente superação em 2021, ano em que as startups nacionais receberam o volume de US$ 9,4 bilhões em aportes. Além de o volume de investimentos ter superado em cerca de 3X o ano anterior, é ainda maior que a soma total dos últimos 5 anos. Isso mostra que, apesar do contexto pandêmico e da crise econômica generalizada, a retomada é possível e os investidores têm apostado alto no amadurecimento e potencial do nosso ecossistema. 

Devido ao cenário em ascensão, somente no último ano vimos 10 novas startups se tornando unicórnios ao atingir valuation igual ou maior a US$ 1 bilhão, totalizando 21 empresas unicórnios no ecossistema brasileiro. MadeiraMadeira, C6, Hotmart, Mercado Bitcoin, Unico, Frete.com (antiga CargoX), CloudWalk, Merama, Olist e Facily fazem parte agora das empresas da categoria em nosso ecossistema. 

Vale destacar que o aumento do número de unicórnios em ascensão não se restringe apenas ao Brasil. De acordo com dados da CB Insights, em 2021, foram registrados mais de 546 novos unicórnios em todo o mundo, representando um aumento de 496% em relação a 2020, que registrou 110 empresas com valuation acima de US$ 1 bilhão.

Startups brasileiras aspirantes à unicórnios

Nos últimos anos, o Distrito trouxe apostas dos próximos unicórnios, e esse ano não seria diferente. Ao analisar os resultados do ano passado, junto com as métricas de captação de investimentos, valuation médio e do Dataminer Score — índice criado pelos especialistas do Distrito para avaliar a maturidade das startups —, foram levantados 16 nomes de startups aspirantes à unicórnios em 2022

A seguir confira algumas das startups aspirantes mais quentes para este ano. A lista completa e análises de mercado você encontra em nosso Corrida dos Unicórnios 2022.


Corrida dos Unicórnios 2022 do Distrito

Cora 

A fintech Cora, fundada em 2020, é conhecida por ser o banco das pequenas e médias empresas (PMEs), focando especialmente nas necessidades e dores delas. A startup oferece serviços bancários digitais, como um conta PJ gratuita, completa e livre de burocracias, além de oferecer também um cartão de crédito que promete ajudar o empreendedor.  Dentro do aplicativo, o empresário consegue ter acesso ao fluxo de caixa para os próximos dias e também a automatização de e-mails de cobrança. 

Neon

A Neon é uma Instituição de Pagamento autorizada pelo Banco Central, que oferece serviços 100% digitais. O banco foi criado em 2016 com o intuito de juntar tecnologia e design para simplificar a experiência financeira da população. A empresa já conta com mais de 10 milhões de clientes, foi eleita por dois anos consecutivos a o prêmio World Best Banks e continua recebendo aportes, o que mostra que os investidores acreditam em suas soluções.

Leia também: Neon recebe US$ 300 mi e se torna o mais novo unicórnio brasileiro

Alice 

Muito além de um  plano de saúde, a healthtech Alice tem a proposta clara de tornar o mundo mais saudável através do acesso à saúde. A empresa une serviços de plano de saúde personalizado com um time de saúde, contando com uma equipe multidisciplinar. A ideia é que o usuário faça um uso contínuo de seus serviços ao invés de recorrer apenas à ajuda médica quando já está doente. Através da tecnologia disponibilizada pelo aplicativo, o cliente consegue contratar um plano de saúde, que inclui uma equipe composta por enfermeiros, médicos, nutricionistas e até um preparador físico. 

Descomplica

O Descomplica é uma edtech que foi criada em 2011 com o intuito de dar suporte aos estudantes a passarem no ENEM e nas principais universidades do país, mais de 10 anos depois se tornou uma plataforma de educação focada não apenas em vestibulares, mas também em escolas, concursos e pós-graduação. 

Buser

A Buser é uma alternativa segura e moderna para os viajantes do país. A mobtech vem para solucionar o problema a respeito da competitividade no setor de viações, oferecendo mais opções para quem quer viajar a um valor de custo menor. O acesso ao serviço funciona através de um aplicativo, que oferece opções de fretados que conseguem ser até 60% mais baratos do que as viagens oferecidas pelas empresas tradicionais. 

Fazenda Futuro

Se tem um mercado que aumentou sua demanda nos últimos anos, foi o mercado vegano. Estima-se que as demandas do setor saltaram cerca de 40% ao ano. Uma empresa que trouxe opções diversificadas, inovadoras e nunca vistas neste mercado antes é a Foodtech Fazenda Futuro.

A55

A A55 é uma startup fundada em 2017, A55 é a primeira fintech do nosso país com foco em empréstimo para empresas da nova economia. O objetivo da A55 é facilitar o crescimento dessas novas empresas através de ferramentas de gestão inteligente baseada em análise de dados junto com a disponibilização de soluções financeiras. A fintech já ajudou a acelerar mais de 150 empresas do Brasil e México.

Descubra mais sobre as aspirantes a unicórnios

O ano de 2021 foi o período em que se pôde observar uma recuperação econômica pós-pandemia no Brasil e no mundo, principalmente no que se refere ao ecossistema de inovação aberta. Os recordes alcançados no ano passado foram muitos, como número de aportes, volume total investido em startups brasileiras e fusões e aquisições. Isso significa que as expectativas para 2022 ficam ainda maiores, uma vez que o ritmo da economia volta a acelerar.

Como consequência desse aquecimento financeiro, o número de startups brasileiras que alcançaram o patamar de Unicórnios com valuation acima da marca de US$ 1 bilhão foi de 11 para 21 em 2021. Entre essas empresas bilionárias, oito delas já haviam sido mencionadas em Reports de Corrida dos Unicórnios anteriormente. 

Outro ponto de destaque para 2021 foram os IPO’s realizados, que no total foram 43 — outro recorde histórico para o ano. Apesar do número otimista de empresas que estrearam na bolsa de valores, mais da metade delas teve retorno negativo. Os destaques do ano ficam com GetNinjas, que apesar dos percalços fechou em alta mesmo em uma das semanas mais difíceis do ano, e o Nubank, que agora carrega o título de banco mais valioso da América Latina.

Levando em conta todos os recordes e marcos históricos de 2021, o Distrito traz para essa edição do Corrida dos Unicórnios mais 16 nomes de startups que acreditamos serem as próximas a ultrapassarem a meta de um bilhão de dólares em valuation nos próximo anos, levando em consideração métricas de captação de investimento, de valuation médio e  Dataminer Score.


Corrida dos Unicórnios 2022 do Distrito

Mais lidos

Compartilhar
Editoriais
  • Aceleração
  • Cases
  • Corporações
  • Cultura de inovação
  • CVC
  • D4S
  • Ecossistema e conexão
  • Estratégias
  • Eventos
  • Ferramentas e processos
  • Governança
  • Hubs
  • M&A
  • Partnership
  • Programas
  • Squads
  • Startups
  • Techboard
  • Tecnologia
  • Tendências
  • Transformação Digital

Posts recomendados

Acesse o blog arrow