arrow Voltar
Quais erros sua empresa deve evitar no processo de inovação?

Quais erros sua empresa deve evitar no processo de inovação?

Muitas empresas querem investir em inovação corporativa, mas se esquecem de que é preciso um caminho para que isso aconteça. É para isso que existe o processo de inovação, uma estrutura que garante que a empresa inove de maneira bem-sucedida. Mas, mesmo dentre os negócios que procuram construir um processo de inovação, existem alguns erros […]

13 de julho de 2020 3 min de leitura
time

Artigo atualizado 13 de julho de 2020

Muitas empresas querem investir em inovação corporativa, mas se esquecem de que é preciso um caminho para que isso aconteça. É para isso que existe o processo de inovação, uma estrutura que garante que a empresa inove de maneira bem-sucedida.

Mas, mesmo dentre os negócios que procuram construir um processo de inovação, existem alguns erros comuns. Neste artigo, entenda quais são eles e conheça as etapas do processo de inovação que desenvolvemos aqui no Distrito.

O que não fazer em um processo de inovação? Conheça os erros mais comuns

Veja algumas dicas do que não fazer no seu processo de inovação:

Trabalhar em silos

Trabalhar em silos significa deixar a inovação sob uma outra área, como a de marketing. Isso não é o mais recomendado. Embora possa haver uma área dedicada à inovação, o melhor é que ela permeie todo o negócio.

Não compartilhar ideias

A inovação requer acontece de maneira colaborativa, com a visão de diferentes profissionais. Por isso que não é recomendado deixar de lado o compartilhamento de ideias e projetos. 

Limitar-se à empresa

Ficar limitado somente à empresa na hora de inovar também pode ser uma má ideia. Aqui no Distrito, defendemos a inovação aberta, na qual a empresa se abre para startups, universidades e consumidores para pensar em como inovar da melhor maneira. 

A ideia é se conectar com o ecossistema, olhando para fora para trazer conhecimento externo para dentro do negócio.

E as empresas que são bem-sucedidas com a inovação? O que elas fazem?

Por outro lado, quando olhamos o perfil de empresas que estão bem posicionadas em termos de inovação, conseguimos encontrar alguns pontos em comum.

Primeiro, esses negócios são bons no processo de aprendizado, aprendendo e transformando o conhecimento.

Além disso, essas empresas fazem uma constante busca no ecossistema, à procura de oportunidades. Elas veem as oportunidades que surgem, o que pode ser uma oportunidade de conectá-las para solucionar problemas ou de enxergar possibilidades que antes não eram vistas.

O empoderamento de líderes é outra característica. Esses negócios entendem que a liderança é essencial para promover a inovação, disseminando-a entre os colaboradores. A experimentação, o entendimento de que falhas fazem parte do processo, a tolerância e a gestão de riscos são outros pontos que identificamos.

Como é o processo de inovação do Distrito? Conheça os nossos 3 pilares para inovar

Partindo da ideia de inovação aberta, que é o que defendemos no Distrito, temos um processo de inovação que conta com 3 pilares. Entenda quais são elas:

1. Cultura de inovação

Com a cultura de inovação, cria-se uma mentalidade inovadora em toda a empresa, e não de forma centralizada, em um único time. A inovação, como falamos, precisa estar presente em todas as áreas do negócio.

O que muitas empresas fazem é criar um um comitê de inovação que envolva diferentes equipes para pensar de tempos em tempos nesse processo de inovação, no que está sendo feito e em como ele pode ser melhorado. 

De forma prática, o que a empresa pode fazer?

  • Treinamentos em metodologias usadas em startups e que ajudam a dar velocidade aos projetos, como design thinking, metodologias ágeis, MPV, prototipação
  • Conexão com o ecossistema
  • Realização de eventos, como encontros e hackathons
  • Estudos setoriais

2. Conexão com startups

Muitas empresas trabalham anos com um processo de inovação fechado, sem abri-lo para o mercado. Do ponto de vista da inovação aberta, isso é um desperdício. A conexão com startups permite ganhar eficiência e agilidade, reduzir custos e acessar novas tecnologias e tendências do ecossistema.

Hoje, temos um ecossistema de 12 mil startups no Brasil, e sem dúvida alguma delas vai ter uma solução de rápida implementação e provavelmente menos custosa para os desafios que a sua empresa enfrenta. 

De forma prática, o que a empresa pode fazer?

  • Conexão com o ecossistema por meio de iniciativas como pitch day, speed mentoring e founders meeting
  • Startup hunting, quando você busca startups que podem oferecer uma solução para sua empresa

Leia um case de conexão com startups: HDI Seguros: parceria com o Distrito tem ajudado a seguradora a investir em inovação aberta

3. Transformação de alto impacto

O terceiro e último pilar de inovação é a transformação de alto impacto, que consiste em criar novos processos, produtos e serviços, e em executar uma cultura ágil e inovadora.

Para chegar nesse pilar é preciso já ter alcançado os dois primeiros, de cultura e conexão.

De forma prática, o que a empresa pode fazer?

  • Business hacking
  • Mind hacking
  • Transformação de realidade
  • Sprints de design
  • Squad de inovação

Saiba mais neste case de transformação de alto impacto: Grupo Mafra investe em Inovação Aberta para ter os hospitais no centro do processo

Por fim vale lembrar que não existe uma forma única para ajudar empresas a fazerem inovação. Existe uma maneira adequada para cada empresa, de acordo com o estágio de inovação em que se encontram.

Além de saber quais erros não cometer no seu processo de inovação, é importante estar por dentro das transformações trazidas pela Nova Economia. Para isso, preparamos uma aula especial em que você vai aprender:

  • O que é nova economia e quais seus impactos na sociedade, no mercado e nas relações humanas
  • Por que e como você deve se preparar 
  • Cases de empresas e startups que souberam lidar com a Nova Economia
  • Impacto do coronavírus nesse cenário
  • Como a Nova Economia impulsiona processos de inovação
  • E muito mais!

Inscreva-se e assista à aula gratuitamente agora mesmo.

Mais lidos

Compartilhar
Editoriais
  • Aceleração
  • Cases
  • Corporações
  • Cultura de inovação
  • CVC
  • D4S
  • Ecossistema e conexão
  • Estratégias
  • Eventos
  • Ferramentas e processos
  • Governança
  • Hubs
  • M&A
  • Partnership
  • Programas
  • Squads
  • Startups
  • Techboard
  • Tecnologia
  • Tendências
  • Transformação Digital

Posts recomendados

Acesse o blog arrow