Além disso, cole esse código imediatamente após a tag de abertura :
arrow Voltar
Tendências de Inovação Aberta para 2022

Tendências de Inovação Aberta para 2022

Você já sabe quais são as tendências de Inovação Aberta para 2022? O mundo está passando por um momento de mudanças. Assim como qualquer situação imprevista nos tira da zona de conforto, com a pandemia não foi diferente. Nos últimos dois anos, todos tivemos que nos adaptar ao “novo normal”, desde o cidadão comum até […]

1 de fevereiro de 2022 5 min de leitura
time

Artigo atualizado 1 de fevereiro de 2022

Você já sabe quais são as tendências de Inovação Aberta para 2022? O mundo está passando por um momento de mudanças. Assim como qualquer situação imprevista nos tira da zona de conforto, com a pandemia não foi diferente. Nos últimos dois anos, todos tivemos que nos adaptar ao “novo normal”, desde o cidadão comum até as grandes corporações. 

Por conta dessa adequação, houve muitos avanços tecnológicos, uma vez que foi preciso mudar e adaptar radicalmente os nossos processos diários. Esse avanço impactou profundamente todo o ecossistema de tecnologia, não é à toa que no ano de 2021 as startups tiveram volumes homéricos de investimento no mundo inteiro. No Brasil somente no último ano as empresas tech receberam o total de  US$ 9,4 bilhões em investimento, um valor que ultrapassa a soma total dos últimos 5 anos. 

Número de Aportes de volume de investimentos 

fonte: Distrito

2016 - U$S452,2 e 272 deals
2017 - US$ 691,0 e 372 deals
2018 - US$ 1.361,4 e 421 deals
2019 - US$ 3.058,5 e 453 deals
2020 - US$ 3.551,8 e 563 deals
2021 - US$ 9.433,7 e 779 deals

Além dos investimentos, surgiram no ecossistema brasileiro de startups mais 10 novos unicórnios – empresas que tem sua valuation igual ou maior que US$ 1 bilhão -, como foi o caso da MadeiraMadeira, Hotmart e Olist. Outra modalidade destaque do ecossistema de inovação foram os  M&As, ou Fusões e Aquisições: com 44 atividades registradas, um aumento de 45% quando comparado com 2020.

Número de fusões e aquisições

Fonte: Distrito

2011 - 6
2012 - 12
2013 - 27
2014 - 23
2015 - 40
2016 - 33
2017 - 32
2018 - 44
2019 - 69
2020 - 170
2021 - 247

Após um ano cheio de recordes é de se esperar que 2022 siga um caminho promissor, e tanto empreendedores quanto investidores estão atentos às mudanças que esse novo ano irá trazer. Será que você já está preparado para elas?

Conheça 5 tendências de inovação aberta para 2022

Muitas empresas já entenderam a importância da prática de inovação aberta para conseguir transformar sua empresa, atingir novos públicos, incorporar novas soluções e ganhar maior destaque no mercado. E para inovar, é importante estar atualizado sobre as novas tecnologias e tendências. Confira algumas das tendências para esse ano.

Venture Builders

De acordo com o report lançado pela Mind The Bridge sobre as Macrotendências de inovação aberta para 2022, muitas corporações ao redor do mundo estão cortando verbas e/ou abrindo mão de seus programas de aceleração. Em contrapartida, existe uma crescente adoção de Venture Builders – também conhecido como Startup Studio ou fábrica de startups.

As Venture Builders, que muitas vezes fazem parte da estrutura organizacional, mas também podem funcionar independentemente, são espaços onde startups são criadas do zero, desde a sua idealização até sua estréia no mercado. Por essas startups serem criadas em um ambiente controlado, onde há espaço para pesquisas de mercado, antecipação de erros e acesso a capital, elas já “nascem” com uma expectativa de 80% de taxa de sucesso. 

Essa ferramenta ainda se mostra muito tímida no ecossistema brasileiro, mas é algo que já está em ascensão no mercado mundial. A tendência não demorará para chegar aqui, então é interessante já se atualizar sobre essa prática!

Investimento em Startups

Como mencionamos anteriormente, o ano de 2021 quebrou recordes em relação ao volume de investimentos e M&As de startups. Mas será que a curva continuará a crescer neste ano? 

Um dos motivos para o boom que tivemos são as baixas taxas de juros, além do crescente interesse por startups. Porém, é esperado que em 2022 as taxas de juros subam, o que mudará um pouco o cenário para investimentos de risco. Isso não significa que haverá uma diminuição no número de deals, mas os investidores estarão mais cautelosos sobre onde colocar seu capital e mais exigentes sobre seus devidos retornos. Para este ano, o número de startups unicórnios deverá ser um pouco mais contido que o ano anterior.

Ainda que o contexto seja de cautela, tratamos de estimativas aproximadas. O ano está apenas começando e pode nos surpreender de várias formas. O setor de tecnologia segue como o principal foco do mercado e a grande meta das corporações no momento está em caminhar cada vez mais em direção à transformação digital e à inovação aberta.

Comunidade e Conteúdo

Um movimento que cresceu em 2021 e promete se consolidar como tendência de inovação aberta em 2022 é a aproximação de grandes corporações com canais de conteúdo, através de investimentos ou fusões e aquisições. Conteúdo nunca deixou de ser uma prioridade para conversão de clientes e estratégias de marketing, porém esses novos deals têm o propósito de ampliar seus ecossistemas de valor, impulsionando suas estratégias para outro nível.

Essa estratégia tem também o intuito de alcançar as comunidades que esses canais de conteúdo já haviam criado, para que dessa forma as empresas possam, através deles, criar um relacionamento mais profundo e orgânico entre a organização e seus clientes. 

No último ano vimos a Magazine Luiza adquirir o Jovem Nerd e Steal the Look, a integração do Canal Desimpedidos ao grupo Centauro, a aquisição da newsletter The Hustle pela plataforma de CRM Hubspot. É esperado que em 2022 ocorram mais movimentos como esses, que além de atingir um novo público também proporciona a expansão dos ecossistemas onde cada corporação está localizada.

ESG

Em 2021, presenciamos um crescimento nas discussões sobre a agenda ESG – sigla para Sustentabilidade, Social e Governança em inglês -, o que impulsionou o surgimento e desenvolvimento de startups que trabalham com soluções de impacto sustentável, social ou de governança e trouxe visibilidade dentro do mercado. Só neste ano que passou, mais de US$ 650 milhões foram investidos nessas soluções, 

A COP26, a 26ª Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas que teve como objetivo discutir soluções para reduzir drasticamente a emissão de gases do Efeito Estufa (GEE) e, assim, manter o aumento da temperatura global abaixo dos 1,5ºC, também terá um impacto no mercado de carbono internacional, dando a chance para que novas startups de impacto ESG apareçam com soluções inovadoras. 

Se no ano passado abriu-se espaço para discussões ESG dentro das grandes corporações, é esperado que esse movimento se expanda ainda em 2022. Cada vez mais os investidores usarão como um dos critérios para realizar seus deals a adequação à agenda ESG pelas empresas e startups. Pode-se dizer então que a hora de criar estratégias e se aproximar de empresas tech focadas em soluções que beneficiam Meio-Ambiente, Social ou Governança é agora!

Verejo Phygital

O varejo Phygital foi uma das categorias que mais se movimentou no ano passado em busca de atender às demandas de uma nova sociedade de consumo. O boom do e-commerce entre 2020 e 2021 parece ter se estabilizado e concedido espaço para novas formas integradas de realizar compras. Hoje, as pessoas esperam encontrar os mesmos produtos on e offline, com o mesmo preço e variedade que encontrariam no comércio digital. Apenas com uma diferença: a experiência. 

O que esperar para o ecossistema de inovação em 2022?

Os próximos meses trarão muita transformação e inovação para todos os setores e, por mais que o momento exija uma cautela, por conta da situação econômica global que ainda é instável, há muita expectativa em relação a uma adaptação ao mundo pós-pandêmico. 

Se preparar para essas tendências de inovação aberta será um ponto chave para que o ano de 2022 seja tão significativo quanto 2021 foi para o ecossistema!

Mais lidos

Compartilhar
Editoriais
  • Aceleração
  • Cases
  • Corporações
  • Crise
  • Crise econômica
  • Cultura de inovação
  • CVC
  • D4S
  • desafios abertos
  • Distrito
  • Ecossistema e conexão
  • Estratégias
  • Eventos
  • Ferramentas e processos
  • fundos de investimento
  • Governança
  • Hospital das Clínicas
  • Hubs
  • IA
  • inovação
  • inovação aberta
  • inovação e empreendedorismo
  • InovaHC
  • Inteligência Artificial
  • investimento de risco
  • Kanban
  • M&A
  • mercado de capitais
  • Metodologia Kanban
  • Pandemia
  • Partnership
  • Programas
  • saúde
  • Squads
  • Startups
  • Techboard
  • Tecnologia
  • Tendências
  • Transformação Digital
  • VC
  • venture capital

Posts recomendados

Acesse o blog arrow