arrow Voltar
Alude, startup que promete revolucionar o setor imobiliário, recebe aporte de USD 3,3 milhões

Alude, startup que promete revolucionar o setor imobiliário, recebe aporte de USD 3,3 milhões

Alude, a plataforma que automatiza o processo de locação, acaba de receber um aporte de USD 3,3 milhões em uma rodada Seed. A captação contou com as participações dos fundos de investimentos Ribbit Capital, Y Combinator, Maya Capital e GFC, além de investidores pessoas físicas como Hugo Barra e os fundadores da Stone, Vivareal, Wildlife, […]

9 de outubro de 2020 2 min de leitura
time

Artigo atualizado 9 de outubro de 2020

Alude, a plataforma que automatiza o processo de locação, acaba de receber um aporte de USD 3,3 milhões em uma rodada Seed.

A captação contou com as participações dos fundos de investimentos Ribbit Capital, Y Combinator, Maya Capital e GFC, além de investidores pessoas físicas como Hugo Barra e os fundadores da Stone, Vivareal, Wildlife, Brex, Gympass, Ingresse e Plaid.

Agora, a Alude vai investir o capital em seu aprimoramento e garantir a escalabilidade do negócio. Entenda.

Conheça a Alude

A plataforma Alude, lançada em 2020, realiza gestão de documentos, verificação de antecedentes, assinatura online, venda de seguros e outros processos que envolvem a locação de imóveis.

Isso reduz os custos do processo e tempo de dedicação dos corretores às burocracias, fazendo com que eles tenham mais disponibilidade para gestão do relacionamento e novas locações.

Locadores e locatários também se beneficiam com uma experiência ágil, digital e segura, com a possibilidade de concluir todo o processo em menos de um dia.

Fontes de receita atual

A fonte de receita atual da startup Alude está relacionada a venda de produtos financeiros e domésticos, como é o caso de seguros residenciais já que o uso da plataforma é gratuito para imobiliárias tradicionais.

A revolução do setor imobiliário

Com o aporte, a Alude poderá investir e ampliar seus serviços incluindo soluções de concierge como internet, móveis, logística para mudanças, além do processamento dos pagamentos.

Vale dizer que a Alude já é utilizada por cerca de 150 corretores convidados, outros 150 estão na lista de espera. Esses são outros números que devem crescer substancialmente e, ainda em 2021.

A meta, segundo o CEO Alexandre Dubungras, é fechar 2021 com 20 mil locações pela Alude. Apesar de ser um objetivo arrojado, com a confiança depositada de fundos nacionais e estrangeiros, bater as projeções ficou mais interessante.

Além do aporte, precisamos lembrar que a Alude nasceu em um ano de desafios. Assim, com a pandemia de coronavírus e a necessidade de isolamento social, o mercado imobiliário viu em seu processo de locação digitalizado uma solução diferenciada, importante e indispensável para o “novo normal”.

Ou seja, a Alude conquistou seu mercado, tem potencial de expansão e, um excelente aporte para fazer acontecer.

Mais lidos

Compartilhar
Editoriais
  • Aceleração
  • Cases
  • Corporações
  • Cultura de inovação
  • CVC
  • D4S
  • Ecossistema e conexão
  • Estratégias
  • Eventos
  • Ferramentas e processos
  • Governança
  • Hubs
  • M&A
  • Partnership
  • Programas
  • Squads
  • Startups
  • Techboard
  • Tecnologia
  • Tendências
  • Transformação Digital

Posts recomendados

Acesse o blog arrow