arrow Voltar

As melhores startups para trabalhar no Brasil

O Distrito Dataminer já mapeou cerca de 17 mil startups brasileiras, milhares de negócios inovadores em diversas áreas. Mas, dentre eles, alguns se destacam como lugares especialmente desejados por quem procura uma vaga na área. São essas empresas que compõem a lista das melhores startups para trabalhar no Brasil, que é divulgada anualmente pelo LinkedIn. O […]

12 de fevereiro de 2020 5 min de leitura
time

Artigo atualizado 12 de fevereiro de 2020

O Distrito Dataminer já mapeou cerca de 17 mil startups brasileiras, milhares de negócios inovadores em diversas áreas. Mas, dentre eles, alguns se destacam como lugares especialmente desejados por quem procura uma vaga na área. São essas empresas que compõem a lista das melhores startups para trabalhar no Brasil, que é divulgada anualmente pelo LinkedIn. O ranking é publicado também em outros países, como Alemanha, China e Estados Unidos.

Para produzir a segunda edição da lista, publicada em setembro de 2019, editores e cientistas de dados da rede social voltada para profissionais analisaram bilhões de ações de seus usuários. Integram a lista empresas com pelo menos 7 anos de atuação, mínimo de 50 funcionários e sede no Brasil.

Os critérios levados em conta na seleção foram: 

  • Crescimento do número de colaboradores
  • Interesse em vagas publicadas na rede social
  • Engajamento dos usuários com a empresa na rede social 
  • Funcionários que essas empresas atraíram e que trabalhavam em negócios que fazem parte da lista de Top Companies do LinkedIn

Conheça, agora, a lista das melhores startups para trabalhar no Brasil!

Melhores startups para trabalhar no Brasil, de acordo com o LinkedIn

1. Nubank

Com mais de 2000 funcionários, o Nubank, fundado em 2013, acumula rodadas de investimento. A mais recente, de 400 milhões, foi liderada pelo fundo CTV. Com ela, a startup pretende expandir as operações na América Latina para chegar aos 2800 colaboradores em 2020.

2. C6 Bank

Novo no mercado, o C6 Bank já é a segunda melhor startup para trabalhar no Brasil. A fintech, criada em 2018 e que desde 2019 tem autorização para oferecer serviços financeiros ao público, já tem mais de 500 funcionários, e planeja contratar outros 100 até julho de 2020. 

3. Loft

Com 300 funcionários, a Loft foi fundada em 2018 e busca usar inteligência de dados para tornar a compra, a venda e a reforma de imóveis mais eficiente. A startup tem experimentado uma ascensão rápida: no início de 2020, tornou-se o primeiro unicórnio brasileiro do ano. 

4. Neon

O Neon surgiu em 2016, em São Paulo, na onda das startups que oferecem cartão de crédito e contas digitais sem anuidade, e tem mais de 400 funcionários. A super fintech busca colaboradores apaixonados por tecnologia. 

5. QuintoAndar

Com valor de mercado estimado em mais de 1 bilhão, o QuintoAndar integra o seleto grupo de unicórnios brasileiros com sua plataforma que tem como objetivo facilitar o aluguel de imóveis. Com 1200 colaboradores, o objetivo é adicionar mais 500 profissionais ao time até 2020.

6. Loggi

A startup de entregas Loggi também se tornou unicórnio. Ocupando o sexto lugar da lista de melhores startups para trabalhar, o objetivo da empresa é aumentar a cobertura no território brasileiro, além de fazer 5 milhões de entregas diárias até 2020.

7. Grow Mobility

A Grow foi criada pela fusão das startups Yellow e Grin no início de 2019. O objetivo é aumentar a oferta de patinetes elétricos e bikes em grandes cidades.

8. EmCasa

A EmCasa é uma construtech, investindo em tecnologia para facilitar transações imobiliárias. São mais de 100 funcionários, que passaram por um processo seletivo exigente: podem ser mais de 8 etapas até a aprovação.

9. Cobli

Tornar a gestão de frotas mais eficiente no Brasil é o objetivo da Cobli, que ganhou um prêmio de Harvard para negócios inovadores. Até o fim de 2020, o objetivo é abrir 150 novas vagas em diversas áreas.

Quer ficar por dentro das principais notícias e tendências da inovação aberta? Assine as nossas newsletters!



10. Creditas

A Creditas, uma das empresas brasileiras agraciadas com um aporte do SoftBank, é especializada em crédito. Já são 1000 funcionários no Brasil, e a meta de contratação é ousada: recrutar mais 500 pessoas até a metade de 2020.

11. Warren Brasil

De Porto Alegre, a Warren Brasil usa robôs para gerenciar aplicações financeiras. São mais de 150 funcionários, e o objetivo é contratar entre 100 e 160 outros até a metade de 2020.

12. StartSe

Quem se informa sobre empreendedorismo conhece o StartSe. A plataforma de educação contínua par empreendedores tem 50 funcionários, fica em São Paulo e foi fundada em 2012. O perfil desejado pela décima segunda melhor startup para trabalhar no Brasil é o do profissional com alto nível técnico, inconformista e com mentalidade de dono.

13. CargoX

Conhecida como “Uber dos caminhões”, a CargoX tem entre seus clientes mais de 8 mil empresas brasileiras. Agora, o objetivo é expandir para países vizinhos, o que requer abrir cerca de 300 vagas. Atualmente, são 350 funcionários.

14. Sky.One Solutions

A empresa de soluções de computação em nuvem está expandindo e pretende dobrar o quadro de funcionários, que é de 115. Até julho de 2020, deve abrir entre 80 e 100 vagas.

15. KOIN

A KOIN oferece soluções financeiras criativas, como parcelar boletos bancários. São mais de 100 colaboradores na empresa, que tem sede em São Paulo e foi fundada em 2014.

16. Dengo Chocolates 

A Dengo Chocolates, de São Paulo, foi criada em 2017 com uma proposta sustentável: vender chocolates a granel, sem embalagem. A startup ocupa a décima sexta posição na lista de melhores startups para trabalhar no Brasil.

17. Desinchá

A Desinchá ganhou as prateleiras de mais de 16 mil pontos de venda no Brasil. Mais recentemente, a startup criada em 2017 passou a operar nos Estados Unidos, com um escritório em Nova York. 

FÓRUM DA COMUNIDADE DISTRITO

18. Mooven Consulting 

A consultoria de tecnologia Mooven Consulting abriu as portas de seu novo escritório em agosto de 2019. O espaço fica na Moema, em São Paulo, e tem o dobro do tamanho do anterior, para comportar o crescimento da startup.

19. Idwall

A idwall é uma startup de identidade digital fundada em 2016. Com cerca de 90 funcionários, a meta é criar 250 vagas até julho de 2020.

20. Zoop

A Zoop é uma startup de soluções de pagamento personalizadas. No ano passado, recebeu um aporte milionário, que usa para aumentar o quadro de funcionários. A sede fica no Rio de Janeiro e já são mais de 160 funcionários.

21. Xerpa

A Xerpa, startup de São Paulo criada em 2015, oferece serviços de RH para empresas e recebeu um investimento de 16 milhões em 2019. Na hora da contratação, tem um diferencial: o interesse por todas as formações. O mais importante é estar alinhado com a cultura da empresa.

22. MaxMilhas

A plataforma de compra e venda de milhas aéreas foca nas soft skills dos candidatos. Adaptação e flexibilidade, por exemplo, são pré-requisitos essenciais. Já são cerca de 400 funcionários na startup, fundada em 2012, em Belo Horizonte.

23. Contabilizei

A contabilidade online pretende aumentar em 50% o quadro de funcionários até o final de 2020 — atualmente, são 300. Fundada em 2013, em Curitiba, a startup, promete economia para os clientes.

24. Vita IT

Especialista na implementação de soluções de TI, a Vita IT foi criada em São Paulo, em 2012. Também conta com a VitaAcademy, focada na inclusão de jovens no mercado de trabalho.

Quer conhecer outras startups e conquistar uma vaga em um ambiente inovador?

Posts recomendados

Acesse o blog arrow