arrow Voltar
Carreira de inovação: saiba o que as empresas buscam

Carreira de inovação: saiba o que as empresas buscam

Trabalhar com inovação é cada vez mais importante para as empresas que querem se manter no mercado, ainda mais em um contexto de nova economia, que é marcado por um público mais conectado e exigente.  Por meio da inovação corporativa, é possível ter uma série de benefícios, como identificar novas oportunidades de expansão e crescimento […]

5 de julho de 2021 5 min de leitura
time

Artigo atualizado 5 de julho de 2021

Trabalhar com inovação é cada vez mais importante para as empresas que querem se manter no mercado, ainda mais em um contexto de nova economia, que é marcado por um público mais conectado e exigente. 

Por meio da inovação corporativa, é possível ter uma série de benefícios, como identificar novas oportunidades de expansão e crescimento e tornar-se mais competitivo, adentrando em novos mercados rapidamente. A mudança precisa começar pelas pessoas, por isso a corrida das empresas é para encontrar bons profissionais para a carreira de inovação, que vão trabalhar em diversas áreas da empresa, trazendo novas ideias e solucionando desafios. 

Atualmente, contratar um profissional de inovação é um desafio enfrentado pela maioria das empresas. Primeiro porque, para trabalhar na área, não basta o conhecimento técnico. É imprescindível ter uma mentalidade voltada para a inovação, o que não é ensinado nas universidades, que ainda pautam os currículos com base no modelo tradicional. Além disso, a procura pelos bons profissionais que existem no mercado só aumenta, o que cria uma escassez e, consequentemente, certa competição entre os recrutadores.

Mas, afinal, quais são as características de um bom profissional de inovação? Quais as reais dificuldades encontradas pelas corporações? E onde recrutar essas pessoas?

Neste artigo, vamos dar dicas para quem precisa selecionar e contratar esses profissionais, com base na experiência de líderes das empresas Omni Financeira, HDI Seguro e Rumo. Se você é uma pessoa que deseja se candidatar para algum cargo de inovação, aproveite para seguir os conselhos de quem está recrutando!

Quais são as características de um bom profissional que trabalha com inovação?

Quando buscam por um profissional de inovação, é comum que as empresas não procurem por uma formação específica — mesmo porque, como mencionamos na introdução, são raros os cursos que abordam o tema.

No lugar disso, os recrutadores procuram um perfil criativo, que goste de aprender e de se atualizar constantemente. A curiosidade, inquietude e vontade de resolver problemas são outras características desejadas. O conhecimento sobre novas tecnologias, metodologias ágeis e processos de inovação são grandes diferenciais, é claro.

“O profissional precisa ter fome de conhecimento e estar disposto a experimentar, e ele só faz isso se for inconformado e questionador, querendo tornar cada vez melhor o que já existe. E, claro, é primordial que ele valorize a opinião do outro, pois apostamos muito no trabalho coletivo e compartilhado. Isso é parte da nossa cultura”, conta Edi Piovezani, CTO da Omni Financeira.

Quais são as dificuldades encontradas pelas empresas ao contratarem profissionais de inovação?

O ideal, para a empresa que deseja investir em inovação, é ter profissionais inovadores distribuídos por todas as áreas, sem que a inovação seja uma ilha isolada dentro da empresa. 

Para Leandro Eschiavi, Superintendente de Dados e Tecnologia na HDI Seguros, as empresas ainda encontram dificuldades para encontrar determinados perfis, não pela falta de profissionais no mercado, mas sim por uma falta de visão clara de quais objetivos desejam alcançar com a inovação.

“Muitas empresas cometem erros em série, como criar uma área de inovação deixando o assunto restrito a poucos profissionais ou ainda selecionar perfis de acordo com temas disruptivos no mercado. Não adianta fazer um curso de Design Thinking e manter os modelos mentais na década de 80”, afirma Leandro.

Caroline Aguiar, Coordenadora de Inovação Aberta da Rumo, credita essa dificuldade à falta de experiência dos candidatos em áreas de empresas que de fato priorizem processos de inovação. Outro fator mencionado por ela é a falta de incentivo que os cursos superiores dão ao tema. 

“As universidades precisam priorizar a inovação como componente chave na base curricular de seus alunos. Isso tem mudado nos últimos anos, mas ainda é muito aquém daquilo que esperamos para formar profissionais com habilidades suficientes para atuar em áreas dinâmicas como uma área de inovação”, conta.

A Tech Recruiter da Omni, Leilane Santos, também ressalta a mudança de prioridades dos novos profissionais. “Hoje as pessoas não buscam apenas o salário ou uma grande oportunidade de inovação, elas querem trabalhar com algo que esteja próximo de seu propósito pessoal e em organizações que tenham uma razão de ser clara”, explica.

Uma dica para atrair profissionais de inovação é oferecer autonomia, mesmo em uma grande corporação, que tem processos mais engessados. Outros atrativos são as oportunidades de desenvolvimento e de crescer dentro da empresa, por meio de um plano de incentivos, por exemplo.

Quais são as principais áreas que recrutam profissionais para trabalhar com inovação?

Não há uma área específica em que os profissionais de inovação devam ser alocados. Esse é, inclusive, um erro cometido de forma recorrente pelas corporações. Como mencionamos anteriormente, o ideal é que a inovação permeie toda a organização e faça parte do seu propósito. Ainda assim, o mais comum é encontrar profissionais ligados à inovação nas áreas de tecnologia. 

Na Omni, por exemplo, a busca por profissionais que têm a mentalidade de inovação perpassa todas as áreas. Como os times são organizados por squads, ou seja, equipes multidisciplinares dedicadas a um projeto ou a uma unidade de negócio, isso favorece a inovação de forma geral.

Em empresas com um time de inovação, é comum o cargo de head ou gerente de inovação, responsável por apoiar e atrelar a estratégia da companhia às ações de inovação em benefício da empresa. 

Há também os cargos de coordenador e especialista em inovação, que dão suporte à estratégia e executam as ações com esse foco. Além disso, há os analistas, que dão principalmente um grande suporte operacional e tático à estratégia de inovação da companhia.

Onde encontrar profissionais de inovação?

Para recrutar bons profissionais de inovação, a dica é chegar aonde eles estão. O LinkedIn é uma boa plataforma, assim como softwares de seleção. De qualquer forma, é necessário um time de recrutamento muito hábil e atento aos detalhes durante esse processo.

“Profissionais inovadores têm seu DNA modificado. A pessoa trabalha na área de TI de uma empresa, por exemplo, e ouve no café dois colegas de outra área conversando sobre um determinado problema de negócio. Vai para casa, reflete e no dia seguinte traz uma ideia de solução e indica mais 5 startups que podem ajudar no problema. Esse é o profissional inquieto, o profissional do futuro, e identificar esses talentos demanda habilidade”, explica Leandro Eschiavi, da HDI Seguros.

Outra dica é o relacionamento com o ecossistema de inovação. É preciso entender como ele funciona e estar presente. Isso pode ser feito por meio da participação em eventos presenciais, como meetups, hackathons, feiras e eventos. Além disso, é possível estar em contato com faculdades e cursos de especialização, assim como com empresas voltadas à inovação aberta, caso do próprio Distrito. 

Quais são as dicas para quem quer trabalhar com inovação?

Por fim, trazemos algumas dicas para os candidatos que buscam uma vaga na área de inovação:

  • Busque conhecer as iniciativas de inovação, qual estratégia ela comunica à sociedade e qual valor gera aos seus clientes.
  • Demonstrar segurança e ter competências de comunicação e relacionamento são essenciais para trabalhar com inovação, pois muitas vezes a pessoa fará a ponte entre as necessidades da organização e potenciais parceiros. 
  • Procure por cursos específicos da área de inovação para complementar sua formação. Há diversos no mercado atualmente.
  • Ao ser entrevistado pelo gestor da vaga, compartilhe as experiências que você já teve com inovação e conte qual foi o seu papel para o sucesso dessas ações. Inovação também é um valor. Mostre que esse é um dos valores que você carrega.
  • Atualize-se sobre tendências, tecnologias, frameworks e novas metodologias. O mercado está sempre lançando novidades e é importante estar por dentro.
  • Aproxime-se do ecossistema de inovação e das startups que atuam no seu segmento ou em outros. Essa aproximação, além de agregar conhecimento, promove o networking!
  • Abra-se para o poder da diversidade, da colaboração e das boas ideias.
DICAS PARA QUEM QUER TRABALHAR COM INOVAÇÃO Está se candidatando para uma vaga voltada para inovação? Aproveite os conselhos de líderes de grandes empresas! Conheça as iniciativas de inovação da empresa Aperfeiçoe competências de comunicação e relacionamento Invista em formação contínua Compartilhe suas experiências (profissionais ou não) ligadas à inovação Atualize-se sobre o mercado Faça parte do ecossistema de inovação Abra-se para o poder da diversidade, da colaboração e das boas ideias

Gostou dessas dicas para contratar profissionais de inovação? Trabalha na área e tem um conselho para compartilhar, seja para quem busca candidatos ou para quem procura uma vaga? É só deixar um comentário!

Posts recomendados

Acesse o blog arrow